home > notícias

ASSOCIADOS

28/03/2016

EDP: Abertas as inscrições para o 5º Prêmio Energias na Arte

O prêmio, promovido pelo Instituto Tomie Ohtake e pela EDP, é voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no país há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 27 anos.

Estão abertas as inscrições para a quinta edição do Prêmio Energias na Arte, uma parceria do Instituto Tomie Ohtake e a EDP, empresa que atua nas áreas de geração, distribuição, comercialização e serviços de energia, com o apoio do Instituto EDP, organização que coordena os projetos socioambientais do grupo.

Idealizado para estimular a produção artística contemporânea, o prêmio é voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no país há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 27 anos. A iniciativa, além da premiação, contempla uma série de atividades ao longo do ano, como cursos, palestras, workshops em regiões brasileiras onde o acesso à arte contemporânea é mais restrito.

Os interessados em participar do 5º Prêmio Energias na Arte têm até o dia 29 de abril para se inscrever no site da premiação. A partir desta edição, os portfólios serão aceitos somente via online. Outra novidade da premiação é um guia com sugestões sobre organização e apresentação de um trabalho de arte. Em formato PDF, o material pode ser consultado gratuitamente, como fonte a respeito de processo de montagem de portfólios.

O júri desta 5ª edição do Prêmio será composto por: Beatriz Lemos, Fernanda Albuquerque, Galciani Neves, Julia Lima, Marcius Galan e Rodrigo Martins.

Os dez finalistas recebem o acompanhamento da equipe de jurados para orientar a produção dos trabalhos, oportunidade única a artistas jovens.  Além de apoiar o percurso artístico destes selecionados no processo de realização das obras, este acompanhamento implementa os critérios para a escolha dos três vencedores.

O Prêmio culmina com a exposição dos trabalhos dos 10 finalistas no Instituto Tomie Ohtake, quando, na inauguração, serão anunciados os três premiados, que receberão uma bolsa para realizar uma residência artística no Brasil ou exterior.

Na edição anterior, em 2014, os três premiados foram Rodrigo Martins (1º), Pedro Gallego (2º) e Bruno Rios (3º), além da menção honrosa ao artista Flavio Yoshida.

Fonte: Portugal Digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
27/03/2017
Ponte aérea da TAP transportou uma média de 2.000 passageiros por dia
24/03/2017
Embraer: Brasil desenvolve tecnologia para lançamento de satélites produzidos no país e com foguete próprio
24/03/2017
Shoppings da Sonae Sierra Brasil participam da Hora do Planeta
24/03/2017
Hotel Tivoli Lisboa reabre com novo design
24/03/2017
Programa da EY incentiva mulheres empreendedoras
24/03/2017
O vinho sobe ao palco do Teatro Tivoli