home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

12/04/2016

Cinco estratégias simples para ser mais próspero com o seu dinheiro

Coach de alta performance e criadora do "Programa Escolha Sua Vida", Paula Abreu destaca cinco maneiras de conquistar a prosperidade

Para muitos, a palavra que define uma vida melhor é prosperidade: que está diretamente relacionada ao dinheiro. Segundo Paula Abreu, coach de alta performance e criadora do programa online "Detox do Dinheiro", que ensina as pessoas a melhorarem a relação com o dinheiro, a busca por uma vida mais próspera significa alinhar-se com a abundância do universo. “Simplesmente por existirmos, o universo nos oferece abundância o tempo todo, mas muitas vezes estamos ocupados demais para perceber”, destaca a coach.

Pensando em mostrar formas práticas de conquistar a prosperidade, a autora sugere cinco formas simples para colocar em prática hoje mesmo. 

1. Defina o que é VIP, OK e tosco

Paula divide os objetos, coisas e comidas que temos em casa em três tipos: VIP, OK e tosco. Segundo a coach, devemos nos livrar de tudo aquilo que é tosco, e até mesmo do que é OK, ou seja, aceitável, mas não nos faz tão bem. Ela exemplifica que, para algumas pessoas, um carro sofisticado pode ser algo VIP para algumas pessoas, embora não seja para ela. “Para mim, alimentos orgânicos são VIP, porque me deixam feliz, mesmo que sejam mais caros”, conta. Os exemplos de coisas toscas são vários: roupas que não fazem bem mas foram compradas na promoção, alimentos que só estão na geladeira porque são baratos, ou objetos que foram comprados, porém nunca utilizados e estão ocupando espaço na casa. “Estas coisas costumam nos impedir de ver as novas oportunidades que o universo nos oferece”, explica Paula, que ensina como a faxina física é o primeiro passo para uma limpeza de destralhe emocional. 

2. Venda o que não usa mais

Em seguida, a dica da especialista é desapegar-se destas coisas que estão guardadas há muito tempo e colocá-las à venda. “Já que não servem mais pra você, elas podem ter utilidade para alguém e ainda ajudar você a conseguir algum dinheiro”. Um ótimo local para comercializar estes itens, segundo a coach, é na internet. “Transformar a rede social em Classificados pode ser uma ótima alternativa”, avalia. Em sua última experiência, Paula conseguiu levantar R$ 1 mil em poucas horas, abrindo mão de objetos como uma adega que não tinha mais utilidade em sua vida. 

3. Destralhe suas memórias emocionais sobre dinheiro

No processo de “destralhe”, além de se livrar dos objetos, roupas e gastos, a coach destaca a importância de se livrar das memórias antigas atreladas ao dinheiro, e sugere que as pessoas façam uma lista de todas as memórias. Entre os exemplos, a coach cita pessoas que se lembram de como os pais compravam apenas brinquedos usados, ou pessoas que tiveram que viver em períodos de escassez, como nos anos 1980, por exemplo. Escrever estas memórias, segundo Paula Abreu, será imprescindível para desenvolver um processo de perdão. “O perdão é a água sanitária da alma, e é capaz reaver a sua conexão com a abundância do universo”, destaca Paula, que ensina a repetir um mantra para libertar esta memória. “Diga para si mesmo: ‘sinto muito, me perdoa, eu te amo, eu sou grato’, 

e isso vai te desprender destas memórias que guiam a sua relação com o dinheiro”, destaca. 

4. Tenha um porquinho e leve-o para passear

Outra dica da especialista que pode surpreender é ter um cofrinho e fazer dele o primeiro local para receber suas economias. “Se você se comprometer a, toda semana, colocar em uma poupança todas as moedas e dinheiro que estiver dando sopa pela casa, você vai se surpreender com quanto dinheiro você consegue juntar aos poucos”, orienta. A coach compara esta atitude a adotar um porquinho e leva-lo para passear, ou seja, levar o dinheiro para o banco, e isso pode evitar que você gaste dinheiro com coisas supérfluas. “Pense que você ia acabar gastando em besteira, sem nem sentir”. 

5. Faça o que gosta e até o que ninguém quer fazer

Para aumentar definitivamente ainda mais sua renda, que passará a ser ainda mais valorizada após o processo de destralhe, a coach propõe que sejam realizados outros tipos de serviços, que podem ser trabalhos temporários ou qualquer atividade que possa se transformar em uma nova fonte de renda. Especialista em ajudar as pessoas a deixarem suas marcas no mundo fazendo aquilo que amam, Paula Abreu não hesita em sugerir que estes novos afazeres sejam novos e condizentes com os seus sonhos. “Não importa o que você se propõe a fazer: esteja certo de que tem alguém no mundo que contrataria você para fazer exatamente isso. Foi assim que surgiram os passeadores de cachorro, personal organizers, entre tantos outros prestadores de serviços”, destaca.

Fonte: Noticias ao minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
António Costa: “Portugal é um ótimo sítio para investir”
07/11/2017
Investimento imobiliário em Portugal reforçado por mais 12 meses
07/11/2017
Há um ano foram ao Web Summit. O que é feito destas startups?
07/11/2017
Governo adota campanha “fortíssima” para atrair Agência do Medicamento
06/11/2017
É mais barato fazer faculdade em Portugal ou no Brasil?
06/11/2017
Organização da Web Summit está “convencida” a ficar em Portugal, diz Ana Lehman