home > notícias

MUNDO

27/04/2016

Chega a São Paulo mostra sobre audiovisual e videoarte no Brasil

Artistas pioneiros nessa forma de expressão, como Letícia Parente, Regina Silveira e Anna Bella Geiger, atuantes desde a década de 1970, estão na mostra no Itaú Cultural, na Avenida Paulista.

 Depois de passar por cidades como Brasília, Belo Horizonte e Curitiba, a exposição Filmes e Vídeos de Artistas na Coleção Itaú Cultural chega à capital paulista para apresentar a história da produção audiovisual e da videoarte no Brasil. Artistas pioneiros nessa forma de expressão, como Letícia Parente, Regina Silveira e Anna Bella Geiger, atuantes desde a década de 1970, estão na mostra. Além de criadores de obras mais recentes, como a dupla Gisela Motta e Leandro Lima, Cao Guimarães e Thiago Rocha Pitta.

Um dos objetivos da mostra é trazer à tona a importância da produção pioneira do audiovisual no país e sua força inventiva realizada em suportes VHS, Super 8, 16 mm e portapack. O público poderá conhecer um total de 19 obras que incluem quatro trabalhos recém-adquiridos pelo Itaú Cultural: de Letícia Ramos e Rafael França, e dois de Paulo Bruscky.

O curador Roberto Cruz explica que a exposição está dividida em dois núcleos: um histórico, com obras produzidas entres os anos 1970 e 80, e outro contemporâneo, com as produções mais recentes a partir da década de 90.

As obras foram adquiridas pelo Itaú Cultural e atualmente integram a coleção da instituição, que segundo Cruz, trata-se de um projeto importante para que essas obras sejam preservadas. "O aspecto mais importante é a questão da constituição da coleção e da preservação das obras históricas. Muitos desses vídeos foram produzidos há 30 ou 40 anos e hoje está cada vez mais difícil acessar esses trabalhos, então a coleção está promovendo uma preservação dessas obras e ao mesmo tempo trazendo-as a público na exposição".

"Por ser uma coleção, ela é uma antologia dos artistas que melhor representam esses contextos históricos. Ela representa um pouco do que a gente poderia ressaltar que foi produzido em termos históricos de relevância no contexto brasileiro", disse Cruz.

Os filmes são exibidos no esquema de "cinema de exposição", nas palavras do curador. Eles são projetados em telas, em um espaço de exposição que o visitante pode percorrer livremente, fazendo seu caminho de acordo com seu interesse. Uma das obras expostas é o que o curador chamou de videoescultura, na qual o artista Eder Santos, faz a projeção do vídeo sobre objetos.

Além das obras, a exposição apresenta uma contextualização na história do audiovisual de cunho artístico no país, por meio de depoimentos de diversos artistas e objetos de época, como catálogos de exposições, publicações e fotografias de filmes, lançados em uma linha do tempo no espaço expositivo. Os visitantes percorrerão o percurso pela história do audiovisual experimental, podendo conhecer seus marcos históricos, suas obras artísticas, publicações de referência e eventos de destaque na área.

A exposição fica em cartaz até 22 de maio, no Itaú Cultural, localizado na avenida Paulista. A entrada é gratuita.

Fonte: Portugal Digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
27/06/2017
Ilhas entre os destinos preferidos dos portugueses
27/06/2017
Brasília acolhe ciclo de música sinfônica portuguesa
27/06/2017
Volta a Portugal 2017 começa em Lisboa e termina em Viseu
26/06/2017
João Moutinho completa 100 jogos
26/06/2017
Pinacoteca de São Paulo abre exposição com mais de 100 obras de museu português
23/06/2017
Aprender todas as disciplinas com um projeto e um 'tablet' [Portugal]