home > notícias

ASSOCIADOS

18/05/2016

Unidas anuncia resultados do trimestre

A Unidas, especializada em soluções de gestão de frotas e locação de veículos, divulga resultados do primeiro trimestre de 2016 com um aumento de 25% do lucro líquido, em comparação com o mesmo trimestre do ano passado e desconsiderando efeitos não recorrentes, alcançando R$ 10,5 milhões.

A Receita Líquida Consolidada da Companhia cresceu 5,6% na comparação aos R$281,1 milhões registrados no primeiro trimestre de 2015, atingindo R$296,9 milhões.

A taxa de ocupação no segmento de aluguel de carros atingiu 77,3%, 4,0 pontos percentuais superiores à taxa de ocupação de 73,3% do primeiro trimestre de 2015 e o maior patamar desde o 1º trimestre de 2014 que foi de 77,4%. “O resultado deste primeiro trimestre demonstra que a Unidas se preparou para enfrentar o cenário econômico de 2016, buscando um aumento da eficiência operacional através de um crescimento da taxa de ocupação”, explicou Pedro de Almeida, presidente da Unidas.

A terceirização de frota tem se mostrado um produto contra cíclico  visto que muitas empresas estão buscando essa alternativa para enfrentar o desaquecimento econômico. A margem EBITDA no segmento atingiu 68%, 7,0 pontos percentuais superiores a margem EBITDA de 61% do primeiro trimestre de 2015.

No primeiro trimestre de 2016, a receita líquida do segmento de seminovos apresentou crescimento de 13,4%, passando de R$127,5 milhões para R$144,6 milhões.

Quanto ao número de lojas, a companhia encerrou o primeiro trimestre de 2016 com 247 estabelecimentos de aluguel e venda de veículos, sendo 119 lojas próprias e 128 franqueadas. “Em apenas três meses inauguramos dez lojas espalhadas pelo Brasil. O total de lojas da rede Unidas no final de março representa um crescimento de 43 unidades se compararmos com o mesmo período do ano passado. A qualidade dos nossos serviços, nosso dinamismo e reputação vêm permitindo a expansão da nossa rede e a conquista de novos usuários para o mercado de locação”, concluiu Almeida.

No acumulado do ano, o EBIT da Companhia atingiu R$48,1 milhões, resultado 14,5% superior aos R$42,0 milhões obtidos em no primeiro trimestre de 2015.

A companhia obteve em fevereiro de 2016 a elevação do Rating Nacional de Longo Prazo Corporativo e das Emissões de Dívida pela Fitch Ratings, saindo do rating A+(bra) para AA-(bra) com Perspectiva Estável.

Fonte: Brasil Turis



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/08/2017
Passeio em São Paulo: 9 dicas de roteiros culturais para estrangeiros na cidade [BR-Visa]
17/08/2017
A Semana em Brasília [Souza Cescon]
17/08/2017
EDP Renováveis fecha novo contrato "de longo prazo" nos EUA [EDP]
15/08/2017
EDP São Paulo investiu R$ 60 milhões em melhorias no Vale do Paraíba e Litoral Norte em 2017 [EDP]
14/08/2017
Tribunal Superior do Trabalho decide que a lei que regulamentou a tercerização não se aplica a contratos encerrados antes da vigência da lei [Souza Cescon]
14/08/2017
Entenda as condições para asilo e refúgio no Brasil [BR-Visa]