home > notícias

MUNDO

20/05/2016

Ecologistas saúdam 'recorde' de energias verdes em Portugal

Portugal “dobrou o cabo” das energias renováveis, ao tornar-se um dos primeiros países da Europa a viver exclusivamente da eletricidade produzida por barragens, centrais solares e eólicas, durante quatro dias.

O feito decorreu durante 107 horas, entre a manhã do dia 7 de Maio até ao final da tarde de dia 11.

“Trata-se de um feito notável para Portugal, em especial porque decorreu durante a semana, de Segunda a Quarta-feira, quando a indústria está a funcionar ao máximo”, sublinha Jean-François Fauconnier, responsável das energias renováveis na ONG Climate Action Network Europe. “Alguns estados-membros como Espanha, Dinamarca ou Alemanha, estiveram próximos desta meta, mas durante um período de tempo mais breve”, refere Fauconnier.

Desde 2012 que 20% da energia portuguesa provém de fontes renováveis, um valor acima dos, então, 16% da média europeia.

Segundo os dados do Eurostat , 52,1% do consumo energético total em Portugal em 2014, não dependeu de energias fósseis.

Um valor que coloca o país em quinto lugar no “ranking verde” europeu, ultrapassado apenas pela Suécia (63,3%), Áustria (70%),Islândia (97,1%) e Noruega (109,6%)

Fonte: EuroNews



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana