home > notícias

MUNDO

06/06/2016

Brasil está entre os países mais procurados por estudantes americanos

Embratur reforça imagem do País com participação, nos Estados Unidos, na maior conferência anual de educadores internacionais. Estudo indica que o Brasil é o 15º melhor destino do mundo para estudar.

Um estudo recente divulgado pela empresa de pesquisa ValuePenguin aponta o Brasil como um dos países mais populares entre os estudantes americanos. O País ocupa o 9º lugar como o mais barato para se estudar. O universo desse estudo é a classificação da IIE (Institute Of International Education), em que o Brasil está na 15ª posição entre os melhores destinos para esta finalidade.

"Além de fatores educacionais e culturais, a variação cambial tem motivado a vinda desse público ao País", aponta o presidente substituto da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), José Antônio Parente. Segundo ele, entre as ações do Instituto para promover esse mercado crescente, destaca-se a participação na maior conferência anual de educadores internacionais, a 68ª Conferência Anual & Expo da Associação de Educadores Internacionais – NAFSA, que aconteceu esta semana em Denver, no Colorado (EUA).

"Em eventos desse porte, buscamos potencializar ainda mais a divulgação do destino Brasil também para outros segmentos. O mercado educacional ocupa uma posição estratégica para o País e acaba contribuindo para fortalecer a nossa imagem positiva no exterior", enfatiza Parente. Somente em 2014, 100 mil estudantes estrangeiros desembarcaram no País para realizar estudos, segundo dados do Ministério do Turismo.

Parente ressalta ainda a realização de press trip para jornalistas do Reino Unido e da Alemanha, ocorrida em maio, que divulgou programas oferecidos a estudantes internacionais pelo trade brasileiro. "Os programas de intercâmbio são essenciais para estabelecer fortes vínculos entre a comunidade acadêmica internacional e o Brasil, ampliando as possibilidades ao turista internacional no nosso País", explica.

Nos últimos 10 anos, o gasto de estudantes estrangeiros no Brasil aumentou 147%, segundo dados do Banco Central. Em 2014, os intercambistas investiram 150 milhões de dólares em programas educacionais, culturais e esportivos no País. De acordo com o Estudo da Demanda Internacional do Ministério do Turismo, Estudos e Cursos representam 1,8% da motivação internacional de viagens ao Brasil.

Estande Brasil

No estande da Embratur, o slogan Come and Study in Brazil chamou a atenção de expositores e possíveis parceiros para as ações do órgão. "O Instituto apresentou vídeos institucionais, divulgou materiais explicativos sobre intercâmbio e consolidou contatos com os mais importantes parceiros neste segmento", destaca o chefe de Divisão da Coordenação Geral de Segmentos Turísticos, André Netto, que acompanhou a Conferência.

As ações da Embratur na NAFSA foram fruto de parceria com a Associação Brasileira de Educadores Internacionais (FAUBAI), a Brazilian Language & Travel Association (BELTA), o Ministério da Educação (MEC) e a Comissão Fullbright Brasil. O evento reuniu mais de 11 mil profissionais da área de educação de 100 países.

Fonte: Portugal Digital 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/03/2017
Praias de Portugal distinguidas
24/03/2017
Publituris Portugal Trade Awards
24/03/2017
Cooperativa de Lisboa salva do lixo 500 toneladas de fruta e hortaliças em 3 anos
24/03/2017
Fórum Econômico Mundial nomeia português como jovem líder global
24/03/2017
Brasil Junino leva artistas e grupos brasileiros para a Europa
24/03/2017
Portugal pode ser nova a sede da Agência Europeia do Medicamento