home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

22/06/2016

Número de brasileiros que optam por morar e investir em Lisboa cresce 30%

Setor imobiliário da capital portuguesa está a todo vapor com a realização de grandes eventos na cidade; 1.700 imóveis foram vendidos a brasileiros em 2015

O fascínio dos brasileiros que optam por morar e investir em Lisboa, considerada um dos melhores destinos turísticos da Europa, continua a crescer sucessivamente. É de olho nesse interesse que quatro entidades independentes portuguesas – JLL Cobertura, Abreu Advogados, Banco Carregosa e AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), em parceria com as Câmaras Portuguesas do Rio de Janeiro e de São Paulo, realizaram no Brasil palestras sobre o investimento imobiliário em Lisboa.

Apenas no primeiro trimestre de 2016, um total de 560 brasileiros compraram imóveis em Portugal. A cifra é 30% superior quando comparada aos 394 registrados no mesmo período de 2015, segundo dados divulgados pela APEMIP (Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal). Na comparação entre 2014 e 2015, o avanço de 32%, saltando de 1.162 imóveis vendidos a brasileiros para 1.700 no total, respectivamente.

“O resultado reflete claramente que os brasileiros estão escolhendo Lisboa como a porta de entrada na Europa. Além da língua, a proximidade cultural ou os laços que unem Brasil e Portugal há mais de 500 anos, a capital lusa ainda oferece inúmeros atrativos que estão despertando a atenção do público no Brasil”, destaca Patrícia Barão, diretora da área residencial da JLL, uma das principais companhias imobiliárias de Portugal.

Durante as palestras em São Paulo e no Rio de Janeiro, executivos das quatro entidades tiveram a oportunidade de esclarecer as dúvidas sobre o investimento em Portugal, desde o enquadramento legal, os processos de compra e regimes de incentivos ao investimento e residência (como a obtenção do chamado “Golden Visa”), passando pelas oportunidades imobiliárias e empresariais na capital portuguesa.

Capital das startups

Uma das razões que tem atraído o interesse dos brasileiros por Lisboa não está somente na qualidade de vida. A capital portuguesa será sede do Web Summit, o maior evento de tecnologia e startups da Europa, nos próximos três anos (2016 - 2018). 

Mais de 50.000 empreendedores e investidores estarão na cidade somente neste ano, o que estimula também o aluguel de imóveis. Outro ponto interessante é que Lisboa tem registrado um crescimento de mais de 15% ao ano no turismo, o que colabora para alavancar a hospedagem na cidade.

“Seja pessoa física ou jurídica, Portugal trata os investidores estrangeiros com rigor, mas sempre de forma simples, segura e pouco burocrática, o que torna atrativo o ambiente de negócios no país europeu”, afirma Pedro Duarte, presidente da Comissão Executiva do Banco Carregosa.

Flexibilidade nos vistos

Para tornar o cenário ainda mais favorável, Portugal ampliou em setembro do ano passado os critérios para que investidores internacionais obtenham o chamado “Golden Visa”, considerado o melhor programa de vistos do mundo pelo ranking “Global Residence and Citizenship Programs 2015”, desenvolvido pela Henley&Partners. 

“Desde que foi criado em 2012, o ‘Golden Visa’ já atraiu € 1,93 bilhão de investimentos para Portugal. Somente o setor imobiliário responde por € 1,7 bilhão do total. Foram concedidos 3.165 vistos, a maior parte (2.991) obtidos pela compra de imóveis, segundo dados da APEMIP. Depois da China, o Brasil é o principal país investidor nesse programa”, explica Mafalda Lourenço, advogada da Abreu Advogados.

O beneficiário dos “Golden Visa” fica elegível para requerer residência permanente após cinco anos da retirada do visto e, ao final de seis anos, torna-se elegível a solicitar a nacionalidade portuguesa.

Fonte: Cunha Vaz



NOTÍCIAS RELACIONADAS
20/07/2017
Investimento imobiliário em Portugal pode atingir "recorde histórico"
19/07/2017
Quer trabalhar no estrangeiro? INOV Contacto lança 250 estágios remunerados lá fora
19/07/2017
'Portugal vai crescer e nenhum fator político impedirá esse crescimento'
19/07/2017
Portugal com grande aumento de especialistas em TIC
18/07/2017
Governo brasileiro saúda 21. aniversário da CPLP
18/07/2017
Destino do momento: Lisboa é a 'nova Miami'