home > notícias

ASSOCIADOS

04/07/2016

EDP Brasil renova adesão ao Pacto Global e completa 10 anos de apoio ao crescimento inclusivo e sustentável

Alinhada ao compromisso de assumir as melhores práticas internacionais nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção, a EDP Brasil, empresa que atua nas áreas de geração, distribuição, comercialização e soluções de energia, renova a assinatura do Pacto Global. 

Criada no ano 2000, a iniciativa foi desenvolvida pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan. A adesão é voluntária, e tem como objetivo mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos para o desenvolvimento de uma economia global mais inclusiva e sustentável. 

A EDP Brasil é signatária do Pacto Global desde 2006 e realiza a renovação todos os anos. O apoio significa que as empresas participantes têm suas atividades norteadas por 10 princípios gerais: 

1.     As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente;
2.     Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos;
3.     As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
4.     A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;
5.     A abolição efetiva do trabalho infantil;
6.     Eliminar a discriminação no emprego;
7.     As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
8.     Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental;
9.     Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis;
10.     As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina;

Os princípios do Pacto Global estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, aprovados na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, em setembro de 2015. 

A EDP Brasil ainda participa do Comitê Brasileiro do Pacto Global, onde são discutidos temas relacionados com a internalização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nos negócios e como as empresas devem responder a esses desafios globais. 

A Companhia é reconhecida por sua atuação ativa nos campos da ética e da sustentabilidade. Há 10 anos presente no Índice de Sustentabilidade da BM&FBovespa (ISE), também possui o Selo Ético, iniciativa promovida pela Controladoria-Geral da União (CGU) para reconhecer empresas comprometidas com a ética e a integridade, e é listada no Climate Disclosure Leadership Index (CDLI), do Carbon Disclosure Project, como um dos 10 melhores representantes em desempenho climático.

Fonte:Assessoria



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2017
Visto americano que não exige investimento milionário está disponível para brasileiros [Godke Silva & Rocha]
22/09/2017
Buscando agilidade, Unidas lança portal focado em mobile [Unidas]
21/09/2017
Critical cria divisão de IA e machine learning [Critical Software]
21/09/2017
Motoristas recebem sementes de árvores florais no Sistema Castello-Raposo e Trecho Oeste do Rodoanel [Arval Brasil]
19/09/2017
Revisão do Código dos Contratos Públicos – Portugal [FCB – Sociedade de Advogados]
19/09/2017
TAP quer mais 100 tripulantes de cabine até ao fim do ano [TAP]