home > notícias

MUNDO

09/08/2016

Vinte e nove espetáculos fazem a Festa do Teatro de Setúbal

Vinte e nove espetáculos, uma mostra de curtas-metragens, oficinas de teatro e espetáculos de rua compõem a programação da XVIII Festa Internacional de Teatro, a decorrer em Setúbal, de 18 a 28 de agosto, anunciou a organização.

"Secção oficial", com 12 peças de teatro, "Mais festa", com oito peças a concurso, e secção "Mais festa" extraconcurso, com nove espetáculos, são as rubricas que compõem a Festa do Teatro, a decorrer em 12 espaços daquela cidade da Península de Setúbal.


Uma sessão com apontamento musical pelos Canto Ondo, no dia 18, nos claustros do Convento de Jesus, assinala a abertura da mostra, organizada pelo Teatro Estúdio Fontenova, em parceria com a Escola Secundária Sebastião da Gama e a autarquia local, que também financia a iniciativa.

Para o Teatro Estúdio, esta edição do Festival "oferece uma programação que mostra a variedade do espetro criativo existente no país e além-fronteiras, pugnando sempre pelo valor artístico e social".

"O festival serve também de interlocutor entre os artistas e a comunidade, potenciando hábitos de fruição cultural e apostando na formação de públicos e no desenvolvimento da sua capacidade crítica", acrescenta aquela entidade.

"Bichos e leões", do ciclo Novas Bacantes, pela Companhia João Garcia Miguel, "I can't breathe", uma coprodução da Culturgest/Artistas Unidos e Festival Temps d'Images, "Variações à beira de um lago", pelo Teatro dos Aloés, e "Clássicos cómicos", pelos espanhóis do Teatro Corsario, contam-se entre os 12 espetáculos da secção oficial.

Na programação da secção a concurso, "Mais Festa", num total de oito espetáculos, constam peças como "Las sillas", pela Mundanal Ruído Teatro, a outra companhia espanhola presente no festival, "Um novo dia", pelas Artes Dubairro, "Padam Padam", pelos Faísca Teatro, e "Karingana Blues", pelo Bica Teatro.

Na secção "Mais Festa" (extraconcurso), a Festa do Teatro, como também é designado o Festival, proporciona um total de nove espetáculos, dois dos quais de música.

Nesta rubrica estão peças como "Making Space -- Uma caminhada de despojamento", um espetáculos sobre Bocage pelo ator setubalense José Nobre, e "Teatro Dom Roberto", pelo Valdevinos Teatro de Marionetas.

Entre as atividades complementares contam-se uma mostra de curtas-metragens, pela Experimentáculo Associação, e conversas de teatro subordinadas ao tema "O (E)estado da arte na educação", em que participam dramaturgos como Armando Nascimento Rosa e atores ou encenadores como Pedro Martins da Silva, Rita Durão e José Maria Dias, diretor da companhia anfitriã.

"Escuto grátis", uma espécie de "confessionário urbano", uma ideia que, segundo a organização, nasceu nos Estados Unidos, e que consiste em escutar as pessoas de forma "gratuita", é outra das iniciativas que a Festa proporciona.

A Festa Internacional de Teatro de Setúbal encerra com o espetáculo "(Re)cantos aos Clássicos Cómicos", uma iniciativa conjunta do Teatro Estúdio Fontenova e do Teatro Corsario.

Casa da Cultura, Convento de Jesus, Escola Secundária Sebastião da Gama, Fórum Municipal Luísa Todi, Largo da Ribeira Velha, Largo do Sapalinho, Parque do Bonfim, Largo de Santa Maria, Praça do Bocage, Casa da Baía, Museu de Arqueologia e Etnografia de Setúbal (MAEDS) e o espaço Gasshô são os locais onde se realizam os espetáculos da XVIII Festa do Teatro.

Fonte: Notícias ao minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana