home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

16/08/2016

Ministro quer incentivar oportunidade de negócios em saúde

Durante evento em Pernambuco, Ricardo Barros anunciou prioridades na sua gestão para estimular desenvolvimento de tecnologias e novos serviços 

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, apresentou nesta segunda-feira (15/8), durante evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE) em Recife (PE), onze pontos prioritários para estimular novas oportunidades de negócios na área da saúde. O anúncio foi feito durante um debate com empresários sobre os “Desafios para a Saúde no Brasil”.

Dentre as estratégias trazidas pelo ministro estão o aperfeiçoamento dos sistemas de informação do SUS, a melhoria da gestão e do financiamento da saúde, manutenção e a ampliação da mobilização de combate ao Aedes aegypti, superar as barreiras para implementar de imediato o funcionamento das UPA’s, UBS’s, das ambulâncias e de equipamentos comprados e não instalados, fortalecer o complexo industrial da saúde. Ao anunciar as metas, o ministro Ricardo Barros, enfatizou que incentivar a gestão de negócios na saúde impacta naturalmente na qualidade do serviço ofertado à população. “Nós precisamos ajustar uma gestão que nos permita dar o retorno que as pessoas esperam e desejam no sentido de que melhoremos a saúde, melhoremos a eficiência da saúde, colocarmos os gastos dentro de patamares com transparência, ética e eficiência”, afirmou.

O ministro ainda reforçou que vai trabalhar para ampliar a interlocução com os médicos, garantindo e fortalecendo a participação de brasileiros no programa Mais Médicos; promover a atualização dos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas; oferecer qualificação permanente aos mais de 4 milhões de profissionais do SUS e fortalecer as ações de promoção à saúde e prevenção de doenças. “Vocês podem ter certeza de que nós vamos apresentar ao Brasil, uma saúde mais eficiente, uma saúde que eu como gestor quero propiciar aos profissionais de saúde as melhores condições para que eles possam produzir qualidade e eficiência no atendimento em saúde”, finalizou Ricardo Barros.

Fonte: Portal Saúde



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/04/2017
Portugueses ‘retribuem’: gastos turísticos no Brasil sobem 22,8% no primeiro bimestre
20/04/2017
Exportações continuam a crescer até 46% do PIB já em 2019
20/04/2017
Jovens cientistas portugueses vão responder a desafios colocados pelas empresas
20/04/2017
Empresários portugueses aconselham criação de novos negócios
20/04/2017
Portugal à margem de recorde nas vendas de carros na Europa em Março
20/04/2017
FMI melhora projeção de crescimento em Portugal para 1,7% em 2017