home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

23/08/2016

Investimento nos Vistos Gold mais que duplicou até julho

O investimento captado pelos vistos 'gold' mais do que duplicou (132%) nos primeiros sete meses do ano, face a igual período de 2015, para 571 milhões de euros, segundo dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Entre janeiro e julho deste ano, o investimento através das Autorizações de Residência para a atividade de Investimento (ARI) ascendeu a 571.511.345,63 euros, valor que compara com os 246.536.441,59 euros em igual período do ano passado.

Segundo os dados estatísticos do SEF, no mês de julho foram captados 61.552.086 euros através dos vistos 'gold', menos 38% que em junho (98.893.760 euros), dos quais 60.552.086 euros resultante da compra de imóveis e 1.000.000 euros por transferência de capital.

No mês passado foram atribuídos 106 vistos, dos quais 104 pela compra de imóveis, um por transferência de capital e outro pela criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

No que respeita à aquisição de imóveis, o SEF refere que um deles foi atribuído mediante o requisito de compra de imóvel cuja construção tenha sido concluída há, pelo menos, 30 anos ou localizados em área de reabilitação urbana, com realização de obras de reabilitação dos bens imóveis adquiridos, no montante global igual ou superior a 350 mil euros.

Este é o primeiro visto 'gold' atribuído segundo as novas regras, que entraram em vigor a 03 de setembro do ano passado.

Em termos acumulados - desde que os vistos começaram a ser atribuídos, a 08 de outubro de 2012, até julho último -, o investimento total captado com as ARI atingiu os 2.264.243.970,15 euros, dos quais 2.045.685.721,67 euros em aquisição de bens imóveis e 218.558.248,48 euros por transferência de capital.

Desde que os vistos 'gold' entraram em vigor foram atribuídos 3.715 ARI: dois em 2012; 494 em 2013; 1.526 em 2014; 766 em 2015 e 927 até julho.

Em termos acumulados, desde a sua criação até final de julho, foram concedidos 3.509 vistos pelo requisito da aquisição de bens imóveis, 200 por transferência de capital, e seis pela criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

A China lidera a lista de ARI atribuídas (2.790 até julho, seguida do Brasil (188), Rússia (132), África do Sul (117) e Líbano (58).

As novas regras para a obtenção de vistos 'gold', que alargam os critérios de investimento para cidadãos fora da União Europeia a áreas como reabilitação urbana e ciência, entre outros, entraram em vigor a 03 de setembro de 2015.

Até julho, foram atribuídas 1.428 Autorizações de Residência a familiares reagrupados.

No ano passado, o investimento resultante dos vistos 'gold' caiu para metade, face a 2014, para cerca de 466 milhões de euros.

Fonte: Notícias ao minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
28/03/2017
Vão nascer 75 novos hotéis em Portugal até 2018. A maioria é em Lisboa
28/03/2017
As Comunidades Portuguesas e os Municípios
27/03/2017
Turismo brasileiro em Portugal começou 2017 com crescimento de 62%
27/03/2017
Investimentos no Tesouro Direto atingiram R$ 42,9 bilhões em fevereiro
24/03/2017
Os melhores restaurantes secretos de Lisboa
24/03/2017
Busca por qualidade e bons preços leva turismo médico a crescer 25% ao ano