home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

09/09/2016

Resultados do Ideb: Educação de SP conquista o topo do ranking

Em marca histórica, rede estadual paulista aparece em 1º lugar na análise do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio
Resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) divulgados nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Educação mostram que São Paulo é o primeiro Estado a ocupar o topo do ranking dos três ciclos avaliados. A rede estadual paulista figura na 1ª posição na análise do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio.
A educação paulista apresentou evolução tanto no Ensino Fundamental quanto no Ensino Médio. Nos primeiros anos do Fundamental (1ª a 5 ª série), o Estado é líder, passando de 5,7 em 2013 para 6,4 em 2015, média superior à estabelecida pelo Governo federal para o ano de 2019, de 6,3. O resultado positivo também se verificou entre o 6º e o 9º ano desse mesmo ciclo, avançando de 4,4 (2013) para 4,7 (2015).
No Ensino Médio, os números evoluíram de 3,7 para 3,9 no período da avaliação de 2013 para a de 2015. Nesse ciclo se concentra a maior parte dos estudantes da rede pública estadual.

Alckmin comemora
Os resultados foram comemorados pelo governador Geraldo Alckmin. "A rede estadual passou a ser a primeira colocada do Brasil nos três níveis. Nos anos iniciais, estamos em 1º lugar com índice de 6,4, sendo que no último Ideb éramos o terceiro, atrás de Minas Gerais e Goiás", afirmou.
O governador se comprometeu a redobrar os esforços para a superação das metas estabelecidas. "O nosso objetivo é ainda maior", disse Alckmin. Ele destacou os investimentos do Estado na educação. "Nós somos o único Estado que investe 30% na Educação. Não há nenhum Estado brasileiro que invista 25%. Com 1% da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), são 31% (de investimentos) na educação", destacou.
Os resultados obtidos por São Paulo confirmam a evolução dos níveis educacionais no Estado já apontadas nas avaliações das escolas feitas pela Secretaria da Educação. De acordo com os resultados do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), no ciclo 1 do Ensino Fundamental obteve avaliação 5,25 e no ciclo 2 do Fundamental, 3,06. A meta para os próximos 15 anos é alcançar 6,0.

Investimentos
No Ensino Fundamental, o índice foi de 2,25, sendo que a meta para 2030 é 5,0. Para o cálculo, são utilizados os resultados do Saresp (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo), em provas de Língua Portuguesa e Matemática, taxas de aprovação, reprovação e abandono.
A avaliação reflete as iniciativas adotadas nas últimas duas décadas na educação do Estado, como o currículo unificado para todos os estudantes e materiais didáticos próprios para cada série, a Escola de Formação de Educadores (Efap) e o sistema de meritocracia para estimular os funcionários das escolas com a melhoria da qualidade de ensino.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/06/2017
Integração dos portugueses no Brasil os diferenciam de todas as comunidades espalhadas pelo mundo
23/06/2017
Brasil e Portugal têm maior percentual de mulheres na produção científica
22/06/2017
Portugal é o segundo país da Europa onde mais se confia nas notícias
20/06/2017
Fileira do imobiliário vai vender "Houses of Portugal" em quatro mercados estratégicos
20/06/2017
Construção metálica já representa 2% das exportações nacionais [Portugal]
20/06/2017
Centeno: "Portugueses hoje estão mais orgulhosos de Portugal"