home > notícias

MUNDO

13/09/2016

Casa de Portugal em São Paulo acolhe conferência sobre Eça de Queirós

Encontro internacional analisa obra do escritor português, com a presença de professores de diversas universidades. Isabel Pires de Lima, antiga ministra portuguesa da Cultura, está entre os especialistas convidados.

São Paulo - É já esta quarta-feira, 14 de setembro, que arranca na Casa de Portugal, em São Paulo, o segundo encontro internacional do "Grupo Eça", que este ano se dedicará a analisar a obra de Eça de Queirós, com especial destaque para "O Primo Basílio".
O encontro decorrerá até sexta-feira, da 16, nas instalações da Casa de Portugal (Avenida da Liberdade, 602, Centro de São Paulo), contando com a participação de professores e investigadores de diversas universidades brasileiras e estrangeiras que têm no escritor português uma das suas áreas de trabalho.
A conferência de abertura, esta quarta-feira às 9h, contará com Isabel Pires de Lima, professora da Universidade do Porto e antiga ministra portuguesa da Cultura, que irá analisar "O Primo Basílio" de Eça de Queirós e uma pintura de Paula Rego inspirada nessa mesma obra literária.
A análise de personagens, os paralelismos e diálogos entre Eça de Queirós e outros autores e a presença da figura feminina na obra do prestigiado escritor português serão alguns dos temas do encontro dos próximos três dias na Casa de Portugal em São Paulo.
Participam professores da USP, UNESP, UERJ, PUC Rio, UFMA, Ohio University, Universidade de Roma, entre outras. A conferência de encerramento estará a cargo de Carlos Reis, da Universidade de Coimbra, com a palestra "Figurações queirosianas: a personagem n'A correspondência de Fradique Mendes".

Fonte: Portugal digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana