home > notícias

ASSOCIADOS

19/09/2016

Novas facturas da EDP chegam a casa dos clientes em Outubro

A EDP reformulou as suas facturas para as tornar mais simples e fáceis de ler. A renovação implicou um investimento de 600 mil euros.

Mais gráfica e mais fácil de ler, a nova factura da EDP vai começar a chegar a casa dos clientes já em Outubro. Em papel ou na versão digital (e neste caso, interactiva) a nova factura “é um passo grande no sentido de mudar a comunicação com os clientes”, afirmou esta segunda-feira o administrador executivo da EDP, Miguel Stilwell de Andrade.
Há mais de um ano que a empresa vem desenvolvendo o trabalho de concepção da nova factura, que no conjunto implicou um investimento que rondará os 600 mil euros. Dos mais de 20 milhões de chamadas telefónicas que a empresa recebe anualmente, muitas são para colocar dúvidas relacionadas com a factura. “Melhorar a experiência do cliente é dinheiro bem gasto”, garantiu o gestor, num encontro destinado a abordar a estratégia da empresa para o mercado liberalizado.
Com o cumprimento da meta dos quatro milhões de clientes até ao final do ano prestes ser cumprido (dos cerca de seis milhões de clientes de electricidade existentes em Portugal), Miguel Stilwell de Andrade diz que a experiência destes na interacção com a empresa continua a ser uma das apostas chave.
Outra passa por posicionar a EDP cada vez mais como “um operador ibérico” de fornecimento de soluções de energia e não apenas como uma empresa de energia (electricidade e gás natural). Daí o alargamento do portefólio de funcionalidades do serviço Funciona (que inclui assistência técnica e revisão anual das instalações de electricidade e gás).
“Dentro do mesmo preço, vamos incluir os serviços urgentes”, como o arranjo de fechaduras ou canalizações, as fugas de gás, os vidros partidos ou curtos-circuitos, exemplificou o administrador da EDP. Mas há outras funcionalidades adicionais pagas à parte, como a manutenção de caldeiras e ar condicionado, que são novidade.
Em Portugal, a EDP espera chegar ao fim do ano com 200 mil clientes neste serviço, que em Espanha já tem 500 mil adesões. A meta é atingir um milhão de clientes a nível ibérico até 2020. “O cliente Funciona é o nosso cliente mais satisfeito”, assegurou Miguel Stilwell de Andrade.
A empresa também continua a olhar com optimismo para o crescimento do sector da energia solar para auto-consumo. Com soluções que começam nos 20 euros por mês, a EDP espera chegar ao final do ano com aproximadamente dez mil sistema sistemas de produção de electricidade instalados, 7600 dos quais neste último ano. “Gostávamos de manter este ritmo de crescimento no próximo ano”, adiantou o gestor.
Stilwell de Andrade frisou ainda “o esforço grande de manutenção” que a empresa tem feito para assegurar quota de mercado no segmento das PME. Além da energia, a EDP tem apostado na oferta de serviços de eficiência energética. Em jeito de balanço, o administrador da EDP lembrou que o programa de eficiência energética lançado para o segmento empresarial em 2013, o Save to Compete, já permitiu às empresas aderentes poupanças na factura de 11 milhões de euros.

Fonte: Publico.pt



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Comissário Carlos Moedas antecipa uma "revolução" na indústria de pagamentos bancários [Roland Berger]
07/11/2017
Lucro da EDP aumenta 86% para 1.147 milhões nos primeiros nove meses do ano [EDP]
07/11/2017
EDP Espírito Santo promoveu oficina de grafite e rimas em Guarapari [EDP]
07/11/2017
Franco | Advogados anuncia expansão no atendimento Penal [Franco Advogados]
06/11/2017
Instituto Tomie Ohtake apresenta exposição com as obras dos vencedores EDP nas artes [EDP]
06/11/2017
Medida Provisória nº 806/17: Instituição de Tributação de Fundos de Investimento Fechados e Alterações na Sistemática de Tributação de Outros Fundos [CPBS]