home > notícias

ASSOCIADOS

04/10/2016

Sonae promove desafios tecnológicos e de inovação no Pixels Camp

A BIT, tecnológica da Sonae, associou-se à Bright Pixel, e vai promover workshops e desafios de inovação na Pixels Camp, de 6 a 8 de outubro 

A BIT, área tecnológica da Sonae, associou-se à Bright Pixel, que reúne estudantes, entusiastas e especialistas em tecnologia e vai promover um conjunto de workshops e desafios de inovação na iniciativa Pixels Camp. O evento, que se realiza de 6 a 8 de outubro na LX Factory em Lisboa, reunirá alunos e interessados em tecnologia com alguns dos maiores especialistas nacionais e internacionais do setor.

David Alves, CIO da Sonae, afirma que “a participação da Sonae BIT no Pixels Camp enquadra-se na nossa estratégia de abertura à comunidade, que tem como objetivo facilitar o surgimento de novas soluções que contribuam para melhorar a vida das pessoas através de estímulos à criatividade e inovação. Vamos promover workshops e desafios de inovação, partilhando conhecimento e contribuindo para novas perspetivas sobre a tecnologia”.

O Pixels Camp decorre durante 3 dias “non-stop” e inclui conferências, workshops e um concurso de programação (hackathon), que promete estimular a criatividade dos participantes durante 48 horas.

Durante o evento, a Sonae vai promover duas talks sobre Análise Preditiva e Novas Arquiteturas Digitais, bem como disponibilizar as suas Api’s de e-commerce e data sets de Business Intelligence (BI) para desafiar a comunidade e promover alternativas aos seus protótipos de conversational commerce e machine learning.

A sustentabilidade e big data também estarão na agenda, com a exploração de tecnologias que permitam reduzir o desperdício alimentar e o estabelecimento de relações entre produtos e clientes. “Procurámos desafiar a comunidade e a nós próprios, disponibilizando as fundações que servem de base a alguns dos nossos protótipos, para melhorar a experiência dos nossos clientes” adianta Bruno Mourão, IT Labs Lead da Sonae BIT.

Assim, foram criados desafios que são estimulantes para qualquer aficionado da tecnologia, colocando à prova as suas capacidades e conhecimentos, sem descurar a aplicabilidade ao mundo real e à meta de ajudar a melhorar a vida das pessoas.

A Bright Pixel posiciona-se como um company building studio e que vai funcionar como um laboratório, ajudando ao surgimento de startups. Na fase de incubação, a Bright Pixel pode investir até 250 mil euros ou participar com investimento em new ventures com um montante até 500 mil euros, ficando com uma participação minoritária nas start-ups. Tudo em colaboração com empresas do grupo Sonae que servem de teste para verificar o potencial das ideias de negócio.

Fonte: Dinheiro Vivo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Comissário Carlos Moedas antecipa uma "revolução" na indústria de pagamentos bancários [Roland Berger]
07/11/2017
Lucro da EDP aumenta 86% para 1.147 milhões nos primeiros nove meses do ano [EDP]
07/11/2017
EDP Espírito Santo promoveu oficina de grafite e rimas em Guarapari [EDP]
07/11/2017
Franco | Advogados anuncia expansão no atendimento Penal [Franco Advogados]
06/11/2017
Instituto Tomie Ohtake apresenta exposição com as obras dos vencedores EDP nas artes [EDP]
06/11/2017
Medida Provisória nº 806/17: Instituição de Tributação de Fundos de Investimento Fechados e Alterações na Sistemática de Tributação de Outros Fundos [CPBS]