home > notícias

MUNDO

26/10/2016

Obras de artistas portugueses em diálogo em exposições no Museu Berardo

Uma exposição com retratos captados por Fernando Lemos de protagonistas do mundo intelectual português, nos finais de 1940, e outra sobre a visão do mundo de nove artistas portugueses são hoje inauguradas, às 19:00, no Museu Berardo, em Lisboa. 

'Fernando Lemos: Para um retrato coletivo em Portugal, no fim dos anos 40' é o título da exposição do artista português radicado desde 1953 no Brasil, onde passou a residir devido à oposição ao regime de Salazar, obtendo a nacionalidade poucos anos depois.

O poeta Alberto de Lacerda, o pintor António Dacosta, o ator Jacinto Ramos, o escritor Jorge de Sena, o historiador José-Augusto França, o escritor José Cardoso Pires, o pintor Marcelino Vespeira, o poeta e artista Mário Cesariny, a pintora Maria Helena Vieira da Silva e o marido, Arpad-Szénes, são alguns dos retratados no trabalho de Fernando Lemos.

Muitos deles acabaram por emigrar ou ser expatriados, como foi o caso de Maria Helena Vieira da Silva, a quem Oliveira Salazar não concedeu a nacionalidade, e a artista haveria de pedir a nacionalidade francesa.

Pintor, artista gráfico e fotógrafo, Fernando Lemos, hoje com 90 anos, embora radicado no Brasil há décadas, continuou a mostrar o seu trabalho em Portugal.

Nesta exposição, que é inaugurada na quarta-feira, no Museu Coleção Berardo, são apresentados retratos captados entre 1949 e 1952.

Sobre a outra exposição, que também é inaugurada hoje, no Museu Berardo, com obras de nove artistas portugueses, entre os quais Rui Chafes, Ângela Ferreira e Helena Almeida, intitula-se "Visualidade & Visão -- Arte Portuguesa na Coleção Berardo II" e vai contar ainda com obras de Joaquim Bravo, José Barrias, José Luís Neto, Miguel Palma, Pedro Barateiro e Pedro Cabrita Reis.

As obras, em pintura, escultura, vídeo-instalação e fotografia, dos nove artistas portugueses, vão ocupar três salas do museu.

"Fernando Lemos: Para um retrato coletivo em Portugal, no fim dos anos 40" e "Visualidade & Visão -- Arte Portuguesa na Coleção Berardo II" ficam patentes até 31 de dezembro deste ano.

Fonte: Noticias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/10/2017
Igreja: Padres missionários em Portugal
23/10/2017
Portugal tem turismo de primeira e ótimas ondas o ano todo
23/10/2017
Casa de Portugal SP presta homenagem à TV Globo, onde “Portugal nunca saiu de moda” diz homenageado
23/10/2017
Revista de Sábado conhece projeto que leva estudantes de escolas públicas para Portugal
23/10/2017
Na Trilha da História: Como ficou o Brasil assim que se separou de Portugal
20/10/2017
Prêmio Oceanos 2017 anuncia os dez livros finalistas; veja a lista