home > notícias

MUNDO

27/10/2016

'A Terra da Escrita' promove o livro e a leitura nas escolas da Guarda

A Câmara Municipal da Guarda anunciou hoje que vai desenvolver a terceira edição do projeto "A Terra da Escrita", que visa a promoção do livro e da leitura junto dos alunos das escolas do concelho.

O projeto de divulgação e promoção de escritores locais, do concelho e do distrito da Guarda, e das suas obras, é promovido pela autarquia, através da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), em conjunto com os Agrupamentos de Escolas Afonso de Albuquerque e Sé.

Segundo a organização, na terceira edição do projeto a desenvolver ao longo do ano letivo de 2016/2017 serão divulgados os escritores António Monteiro da Fonseca (Guarda, 1896-1986), João Bigotte Chorão (autor nascido na Guarda em 1933) e manuel a. domingos (nasceu em Manteigas, no distrito da Guarda, em 1977).

O coordenador da BMEL, Américo Rodrigues, anunciou hoje que 'A Terra da Escrita' é "um projeto de continuidade de promoção do livro e da leitura".

"Tem por base a divulgação e promoção das obras de escritores locais aos alunos dos Agrupamentos de Escolas da Sé e Afonso de Albuquerque, desde o pré-escolar ao secundário", disse o responsável, na sessão de apresentação da edição deste ano da ação e do lançamento do livro "O mundo à volta das letras", que reúne "a memória descritiva e criativa do trabalho desenvolvido" no ano letivo de 2015/2016.

O programa da iniciativa inclui oficinas de papel, de preservação de documentos, de encadernação, de tipografia tradicional, de ilustração, de escrita, de leitura, encontros com escritores e uma exposição dedicada a António Monteiro da Fonseca (com visitas guiadas), entre outras realizações.

Américo Rodrigues estima que as várias atividades a desenvolver no âmbito do projeto de promoção do livro e da leitura tenham um total de 4.454 destinatários diretos.

No ano letivo de 2015/2016, o projeto 'A Terra da Escrita' envolveu cerca de 3.500 jovens, segundo Victor Amaral, vereador da Câmara Municipal da Guarda com os pelouros da educação e da cultura, que prevê que este ano tenha "ainda mais alunos envolvidos".

O autarca sublinhou que o livro hoje apresentado "é o testemunho desse processo, com a participação direta dos alunos" e divulga o "trabalho extraordinário que tem sido feito".

A iniciativa que faz parte do Plano Municipal de Educação da Guarda abordou nas duas edições realizadas a vida e a obra dos escritores Vergílio Ferreira, Augusto Gil, Daniel Rocha, Adriano Vasco Rodrigues, José Augusto de Castro e Jorge Carvalheira.

Fonte: Noticias ao Minuto

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana