home > notícias

ASSOCIADOS

30/11/2016

Embraer testa avião movido a biocombustível de cana

É a primeira vez que o programa ecoDemonstrator, lançado em 2011 pela Boeing, é realizado fora do território norte-americano e em parceria com outra fabricante

Um avião que usa biocombustível de cana-de-açúcar e tecnologias sustentáveis está sendo testado em Gavião Peixoto, no interior de São Paulo.

Na cidade fica uma unidade da Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica), que desenvolve o projeto em parceria com a Boeing.

Os testes com a aeronave, que pesa 35 toneladas, são os primeiros no País e começaram neste mês. O modelo E170 conta com tecnologias de ponta voltadas para a preservação do meio ambiente e foi testado, até agora, em 15 voos.

Primeiro modelo do programa batizado de ecoDemonstrator, a aeronave tem capacidade para 70 passageiros e soma características curiosas, como uma tinta especial que impede insetos de ficarem no bico do avião. Isso facilita a lavagem da aeronave e economiza água.

Já as asas foram fabricadas com vidro e isopor para não haver muito barulho nos pousos e decolagens, evitando a poluição sonora.

No caso do combustível à base de cana, a vantagem é ambiental, com a redução de 80% na emissão de gases capazes de causar o efeito estufa.

Os primeiros testes foram considerados favoráveis. O coordenador da pesquisa, Onofre Andrade, diz que a única dificuldade que ainda persiste é o custo do combustível.

"Hoje ele ainda é mais alto que o combustível fóssil, mas a expectativa é que, em dois anos, já fique compatível", explica.

PARCERIA

A aeronave, do modelo E170, levantou voo agora, mas foi apresentada pela primeira vez em julho deste ano. Com os recursos de que dispõe, ela pretende elevar a eficiência e o desempenho do setor aéreo.

É a primeira vez que o programa ecoDemonstrator, lançado em 2011 pela Boeing, é realizado fora do território norte-americano e em parceria com outra fabricante.

A parceria, firmada no Brasil no ano o passado, buscou juntar de forma inédita os esforços de duas das principais fabricantes de aeronaves do mundo em benefício da indústria aeroespacial.

"Ao integrar e testar diferentes tecnologias em uma única aeronave no Brasil, contribuímos com um poderoso instrumento de apoio ao desenvolvimento tecnológico e à inovação", disse Mauro Kern, vice-presidente Executivo de Operações da Embraer, por ocasião da apresentação da aeronave.

Fonte: http://www.cassilandiaonline.com.br/noticia/3144/em-intercambio-grupo-brasileiro-conhece-estrutura-da-educacao-americana.html



NOTÍCIAS RELACIONADAS
27/03/2017
Ponte aérea da TAP transportou uma média de 2.000 passageiros por dia
24/03/2017
Embraer: Brasil desenvolve tecnologia para lançamento de satélites produzidos no país e com foguete próprio
24/03/2017
Shoppings da Sonae Sierra Brasil participam da Hora do Planeta
24/03/2017
Hotel Tivoli Lisboa reabre com novo design
24/03/2017
Programa da EY incentiva mulheres empreendedoras
24/03/2017
O vinho sobe ao palco do Teatro Tivoli