home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

14/12/2016

Portugal conseguiu o 'melhor resultado de sempre' nas quotas de pesca

Ministra do Mar destaca acordo favorável em espécies de “bastante valor” como o tamboril, o biqueirão e o bacalhau.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, congratulou-se com as negociações concluídas nesta quarta-feira de madrugada em Bruxelas sobre as possibilidades de pesca para 2017, sublinhando que o aumento de 11% das quotas representa "o melhor resultado de sempre" para Portugal.

Advertisement"Vamos ter um acréscimo no total de 11% nos valores fixados por quotas, que vai corresponder, e essa é uma excelente notícia, a quase 121 mil toneladas que poderão ser capturadas no próximo ano, o que, comparativamente com a base de dados que temos, é o melhor resultado de sempre", declarou Ana Paula Vitorino, no final de uma "maratona" negocial dos ministros das Pescas da União Europeia, concluída cerca das 2h locais (1h de Lisboa), após 16 horas de reunião no segundo dia de trabalhos.

A ministra sublinhou também que estes resultados foram conseguidos "à custa do aumento de quotas em espécies com bastante valor", casos do tamboril, do biqueirão e do bacalhau.

Por outro lado, apontou, os cortes propostos inicialmente pela Comissão Europeia acabaram por não se concretizar, dando como exemplo a pescada, espécie para a qual Bruxelas defendia um corte na ordem dos 34%, mas que se quedou nos 5%.

A ministra referiu que as "muito boas notícias para Portugal" se devem também às "muito boas notícias para a União Europeia", porque "o estado das espécies envolvidas nestas quotas estão bastante melhores", o que possibilitou as "excelentes notícias para Portugal".

"Quer os aumentos das quotas, quer a não diminuição de quotas foram conseguidos com fundamentação científica muito apurada. Ou seja, estes valores são bons do ponto de vista socioeconómico, mas também respeitam a sustentabilidade das espécies, e portanto conseguimos trabalhar na perspectiva dos três pilares da sustentabilidade, que é o pilar ambiental, o pilar social e o pilar económico", destacou.

Os ministros das Pescas da UE chegaram nesta quarta-feira a acordo sobre os totais admissíveis de capturas e respectivas quotas nacionais, numa maratona negocial em que Portugal viu os cortes da pescada reduzidos a 5% em 2017. A Comissão Europeia tinha proposto, em Outubro, um corte de 35,9% nas capturas de pescada em águas nacionais, valor que entretanto havia sido revisto para 34%.

Após 16 horas de negociações, que começaram na terça-feira de manhã e terminaram já na madrugada de quarta-feira, Portugal fez valer os argumentos científicos que davam conta do bom estado dos stocks de pescada em águas nacionais.

Fonte: https://www.publico.pt/2016/12/14/economia/noticia/portugal-conseguiu-o-melhor-resultado-de-sempre-nas-quotas-de-pesca-1754743



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
António Costa: “Portugal é um ótimo sítio para investir”
07/11/2017
Investimento imobiliário em Portugal reforçado por mais 12 meses
07/11/2017
Há um ano foram ao Web Summit. O que é feito destas startups?
07/11/2017
Governo adota campanha “fortíssima” para atrair Agência do Medicamento
06/11/2017
É mais barato fazer faculdade em Portugal ou no Brasil?
06/11/2017
Organização da Web Summit está “convencida” a ficar em Portugal, diz Ana Lehman