home > notícias

ASSOCIADOS

19/12/2016

Embraer: Maior avião militar fabricado no país entra em fase final de testes em SP

KC-390 concorrerá com o Hércules e terá impacto na balança comercial. Cargueiro de 87 toneladas pode alcançar 870 km/h e levar 80 soldados

O maior avião militar fabricado no Brasil, o KC-390, está em fase final de testes em Gavião Peixoto (SP) e foi conferido de perto por uma equipe da EPTV, afiliada da TV Globo – a primeira a acompanhar um voo no gigante da Embraer.

Foram sete anos de estudo em parceira com Argentina, Portugal e República Tcheca para desenvolver o protótipo. Quando ele chegar ao mercado, concorrerá com o Hércules C-130, fabricado nos Estados Unidos. A expectativa é de que poderá injetar até US$ 1,5 bilhão ao ano na economia nacional.

KC-390 x Hércules C-130
Como o modelo é para transporte de carga, tem que ter espaço livre e há poucos bancos de passageiros. O avião já tem mais de 400 horas de voo e, por causa dos testes, fios e outros equipamentos precisam estar expostos. Os computadores avaliam em tempo real o desempenho da aeronave.

Na comparação com o concorrente, o KC-390 pode chegar a 870 km/h – o Hércules não passa de 590 km/h. Além de ser mais rápido, ele é também mais pesado. Tem 87 toneladas, 17 a mais do que o modelo usado atualmente pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Fonte: http://www.diariodosertao.com.br/noticias/brasil/169132/maior-aviao-militar-fabricado-no-pais-entra-em-fase-final-de-testes-em-sp.html



NOTÍCIAS RELACIONADAS
17/08/2017
A Semana em Brasília [Souza Cescon]
17/08/2017
EDP Renováveis fecha novo contrato "de longo prazo" nos EUA [EDP]
15/08/2017
EDP São Paulo investiu R$ 60 milhões em melhorias no Vale do Paraíba e Litoral Norte em 2017 [EDP]
14/08/2017
Tribunal Superior do Trabalho decide que a lei que regulamentou a tercerização não se aplica a contratos encerrados antes da vigência da lei [Souza Cescon]
14/08/2017
Entenda as condições para asilo e refúgio no Brasil [BR-Visa]
14/08/2017
Reforma trabalhista endurece regras para cálculo de hora extra [Mattos Filho]