home > notícias

ASSOCIADOS

02/01/2017

TAP premiada contra a homofobia

A TAP foi eleita Marca do Ano pelo dezanove.pt, o principal portal de notícias LGBT do país. Recorde-se que a propósito do Dia dos Namorados, a TAP criou um passatempo em que os primeiros quatro casais a dirigirem-se ao aeroporto de Lisboa e do Porto, com vestido de noiva ou fraque e com mala de viagem, embarcavam imediatamente para destinos europeus.

A TAP foi eleita Marca do Ano pelo dezanove.pt, o principal portal de notícias LGBT do país. Recorde-se que a propósito do Dia dos Namorados, a TAP criou um passatempo em que os primeiros quatro casais a dirigirem-se ao aeroporto de Lisboa e do Porto, com vestido de noiva ou fraque e com mala de viagem, embarcavam imediatamente para destinos europeus. No Porto, um dos casais vencedores era constituído por duas mulheres, o que fez com que a página de Facebook da marca fosse inundada por comentários homofóbicos. A TAP reagiu e eliminou os comentários homofóbicos.
 
O filme da  AMPLOS - Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual e Identidade de Género, criado pela Winicio e produzido pela Garage, com realização de Enrique Escamilha e som do estúdio Índigo, foi eleito Vídeo do Ano. O spot mostra duas mulheres em manifestações de afecto. As duas mulheres são, na verdade, Susana e Marta, mãe e filha. Susana, a mãe, é heterossexual, Marta, a filha, é lésbica. As imagens não revelam o grau de parentesco. A explicação chega através da voz off: "O amor entre mãe e filha não depende da orientaçãosexual ou identidade de género. É incondicional."
 
O caso Colégio Militar foi considerado Acontecimento Nacional do Ano. O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, foi eleito Político do Ano. Frederico Lourenço foi considerado Personalidade Nacional do Ano. Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, foi eleito Personalidade Internacional do Ano. A Embaixada dos EUA em Lisboa foi considerada Instituição do Ano.

Na área cultural, foi eleito Espectáculo do Ano a peça Zululuzu, do Teatro Praga, Filme do Ano “O Ornitólogo” de João Pedro Rodrigues, Livro do Ano “O Sexo Inútil” de Ana Zanatti e Música do Ano “Blood Drinking Bitch”, de Edie Läpore. Destaque ainda para o Programa de TV do Ano, uma distinção para “E se fosse consigo?”, da SIC. Rui Maria Pêgo foi distinguido como Coming Out do Ano.
 
Encontra aqui todos os vencedores e justificações: http://dezanove.pt/os-melhores-de-2016-e-algumas-1033308

A sétima edição dos Prémios dezanove, levada a cabo pelo principal site de notícias e cultura LGBT de Portugal, o dezanove.pt, distinguiu 26 personalidades e acontecimentos que marcaram o panorama LGBT em 2016.

Fonte: http://port.pravda.ru/news/sociedade/30-12-2016/42412-tap_contra_homofobia-0/



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/03/2017
Embraer: Brasil desenvolve tecnologia para lançamento de satélites produzidos no país e com foguete próprio
24/03/2017
Shoppings da Sonae Sierra Brasil participam da Hora do Planeta
24/03/2017
Hotel Tivoli Lisboa reabre com novo design
24/03/2017
Programa da EY incentiva mulheres empreendedoras
24/03/2017
O vinho sobe ao palco do Teatro Tivoli
24/03/2017
Sonae Sierra Brasil presenteia clientes nesta Páscoa