home > notícias

MUNDO

12/01/2017

Portugal entre os melhores países do mundo para se viver

A agitação política mundial levou a Movehub a criar um guia dos países com as sociedades mais liberais e melhores para se viver em 2017.

O site da Movehub, uma empresa londrina especialista em mudanças internacionais, criou, recentemente um guia com os países que têm as sociedades mais liberais e tornam-se, por isso, as melhores para se viver em 2017. E Portugal volta a figurar entre os melhores.

Segundo refere o jornal Independent, o Movehub comparou três estudos diferentes do ano passado – o Social Progress Index, o Environmental Perfomance Index e o World Economic Forum’s Gender Gap – e assim conseguiu analisar dados como a tolerância, a liberdade de imprensa ou ainda o acesso à educação.

Portugal surge num honroso 12.º lugar, com comentários positivos que destacam o mérito do país à beira mar plantado. “A sua economia pode estar a enfrentar uma grande luta, mas Portugal portou-se relativamente bem em termos ambientais, no acesso à educação e à tolerância, comparando com outros países que têm um PIB semelhante”, pode ler-se no site.

Neste top ideal de países para se viver, a Islândia ocupa o grande lugar de destaque. “A nação mais liberal à face da Terra”, diz o site, que realça ainda o facto de aproximadamente “85% da sua energia ser proveniente de fontes renováveis”.

Finlândia, Suécia, Noruega, Nova Zelândia, Eslovénia, Suíça, Dinamarca, Irlanda e Reino Unido são, por esta ordem, as nações que ocupam os primeiros lugares.

Fonte: http://www.revistaport.com/noticia.php?&categoria=5&id=818&titulo=Portugal%20entre%20os%20melhores%20pa%C3%ADses%20do%20mundo%20para%20se%20viver



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana