home > notícias

MUNDO

26/01/2017

Aplicativo localiza cidadãos portugueses em emergência no estrangeiro

O Governo português anunciou o lançamento de um aplicativo de comunicação móveis que permitirá localizar, em caso de emergência, mais facilmente os portugueses em viagem no estrangeiro, de acordo com o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

“Vamos apresentar a Aplicação Registo Viajante (ARV), que tem duas dimensões fundamentais, sendo a primeira de disponibilização de informação para os cidadãos nacionais, lusodescendentes ou com dupla nacionalidade que efetuem viagens ou deslocações de curta duração ao estrangeiro”, disse à Lusa José Luís Carneiro.

A aplicação é uma iniciativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE). “Esta aplicação permitirá também que esses portugueses em viagem ao estrangeiro possam estar em contato direto com o gabinete de emergência consular, que vai permitir identificar os portugueses em contexto de emergência”, referiu Carneiro, nomeadamente em ocorrências como “atentados terroristas, acidentes rodoviários, ferroviários, tremores de terra, ou incêndios”.

Em caso de crise, com a aplicação é possível estabelecer contato e a localização dos portugueses através de um serviço de georreferenciação.

De acordo com o secretário de Estado, através da aplicação, “os usuários poderão aceder aos contatos mais diretos dos postos consulares e diplomáticos portugueses, para que possam se sentir mais acompanhados, mais protegidos por parte do Estado português e das suas autoridades”.

A ARV fornece também recomendações gerais, recomendações sobre condições de segurança e ainda regiões, cidades ou locais a evitar no país de destino.

A segurança e a confidencialidade dos dados pessoais inseridos nesta aplicação, gratuita e voluntária, são garantidas pela Direção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades do MNE.

A apresentação da ARV decorreu na manhã de 25 de janeiro na sede do MNE, em Lisboa, na presença do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e secretário de Estado das Comunidades.

De acordo com o governo, quem reside em Portugal Continental, Regiões Autônomas da Madeira e dos Açores; portugueses, lusodescendentes ou quem tem dupla nacionalidade, e reside em qualquer outro país do mundo, e vai realizar uma deslocação ao estrangeiro, mesmo que temporária, deve se registrar nesta Aplicação. “Esta Aplicação permite-lhe receber informações úteis e conselhos sobre cada país onde pretenda deslocar-se”.

Fonte: http://www.mundolusiada.com.br/comunidade/aplicativo-localiza-cidadaos-portugueses-em-emergencia-no-estrangeiro/



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana