home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

14/02/2017

Investimento captado em janeiro em Vistos Gold mais que triplica

O investimento captado através dos Vistos 'Gold' em janeiro subiu 61% face a dezembro e mais do que triplicou em termos homólogos para 141 milhões de euros, segundo dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

No primeiro mês do ano, o investimento resultante da Autorização de Residência para a atividade de Investimento (ARI), como também são conhecidos os vistos 'Gold', totalizou 141.250.454,23 euros, uma subida de 61% face a dezembro (87.482.100,72 euros) e de 266% face janeiro de 2016 (38.574.620,34 euros).

Do total do montante captado em janeiro, a maior parte (126.510.764,48 euros) correspondeu a investimentos de compra de bens imóveis, enquanto a transferência de capital arrecadou 14.739.689,75 euros.

O número de vistos dourados atribuídos em janeiro totalizou 221, dos quais 207 pela compra de bens imóveis e 14 pelo critério de transferência de capital

Dos 207 atribuídos mediante o critério de aquisição de bens imóveis, destaque que no mês passado foram atribuídos mais três vistos dourados para reabilitação urbana, no âmbito das novas regras de concessão de ARI, em vigor desde setembro de 2015.

Até final de janeiro tinham sido concedidos 12 Vistos 'Gold' para reabilitação urbana, sendo que o primeiro foi atribuído em julho de 2016.

Em termos acumulados - desde que os vistos 'dourados' começaram a ser atribuídos, em 08 de outubro de 2012, até janeiro último -, o investimento total captado com as ARI atingiu os 2.708.427.398,85 euros, dos quais 266,189,285,37 euros por transferência de capital e 2.442.238.113,48 euros pela compra de bens imóveis.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 4.423 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016 e 221 este ano.

Em termos acumulados, desde a sua criação até janeiro, foram concedidos 4.171 vistos pelo requisito da aquisição de bens imóveis, 246 por transferência de capital, e seis pela criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

A China lidera a lista de ARI atribuídas (3.154 até janeiro, seguida do Brasil (282), Rússia (159), África do Sul (148) e Líbano (80).

As novas regras para a obtenção de Vistos 'Gold', que alargaram os critérios de investimento para cidadãos fora da União Europeia a áreas como reabilitação urbana e ciência, entre outras, entraram em vigor a 03 de setembro de 2015.

Desde 2013 foram atribuídas 7.038 autorizações de residência a familiares reagrupados: 576 em 2013, 2.395 em 2014, 1.322 em 2015, 2.344 em 2016 e 401 em 2017.

Fonte: http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Paginas/NewDetail.aspx?newId=%7bD2D14F3D-D02B-4DE5-B599-8CB130F6657A%7d



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/06/2017
Portugal é o segundo país da Europa onde mais se confia nas notícias
20/06/2017
Fileira do imobiliário vai vender "Houses of Portugal" em quatro mercados estratégicos
20/06/2017
Construção metálica já representa 2% das exportações nacionais [Portugal]
20/06/2017
Centeno: "Portugueses hoje estão mais orgulhosos de Portugal"
19/06/2017
“Que venham os brasileiros”, convida António Costa
19/06/2017
Histórico. Já estamos a exportar mais eletricidade do que importamos [Portugal]