home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

02/03/2017

Portugal 2020 está a pagar 60 milhões por mês às empresas

Concurso para o Sistema de Incentivos ao Emprego e ao Empreendedorismo, com dotação de 320 milhões de euros, será lançado este mês de Março.

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques (na foto), adiantou esta quarta-feira no parlamento que nos dois primeiros meses deste ano o ritmo de pagamentos de incentivos no âmbito do Portugal 2020 "está 50% acima da média de 2016", estando a ser pagos às empresas mais de 60 milhões de euros por mês.

Na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, Pedro Marques sublinhou até agora foram pagos 585 milhões de euros de incentivos às empresas, "o que significa que estamos a antecipar em três anos o ritmo de execução do QREN", afirmou.

De acordo com o ministro, já foram aprovados mais de 8.300 projectos empresariais, no valor de mais de 5.300 milhões de euros de investimento, que "criarão mais de 25.000 empregos em Portugal".

Na apresentação inicial, Pedro Marques anunciou ainda que neste mês de Março o governo vai lançar o concurso para um novo Sistema de Incentivos ao Emprego e ao Empreendedorismo, destinado à proximidade e a territórios de baixa densidade.

O ministro explicou que este sistema será gerido pelos grupos de acção local e pelas comunidades intermunicipais e terá uma dotação de 320 milhões de euros.

Fonte: http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Paginas/NewDetail.aspx?newId=%7b8A17F109-E937-45B8-89A9-3B0F35CCDE5C%7d



NOTÍCIAS RELACIONADAS
27/06/2017
Projeto português apresentado em encontro de ministros da Justiça da CPLP
26/06/2017
Brasileiros de TI promovem evento de capacitação e networking em Portugal
26/06/2017
Portugal: o novo eldorado da classe média brasileira
23/06/2017
Integração dos portugueses no Brasil os diferenciam de todas as comunidades espalhadas pelo mundo
23/06/2017
Brasil e Portugal têm maior percentual de mulheres na produção científica
22/06/2017
Portugal é o segundo país da Europa onde mais se confia nas notícias