home > notícias

ASSOCIADOS

10/03/2017

Companhia Azul será a primeira a operar o novo jato da brasileira Embraer

A Embraer anunciou hoje que a Azul Linhas Aéreas Brasileira será a primeira empresa que vai operar a aeronave E195-E2, o jato comercial com a maior envergadura já desenvolvido pela fabricante no Brasil.

A Embraer informou que firmou um contrato para fornecer até 50 aviões deste tipo à Azul, sendo 30 pedidos firmes e 20 direitos de compra.

"A Azul desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do E195-E2, participando ativamente das especificações de projeto do avião, ajudando a Embraer a desenvolver a aeronave mais eficiente no mercado para rotas domésticas", disse John Slattery, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial.

"A importância de ter a Azul a bordo do Programa E2 e agora como primeira operadora pode ser resumido em duas palavras: parceria e confiança", disse o executivo.

Atualmente, a companhia aérea brasileira conta com um total de 77 E-Jets da Embraer em serviço.

Os novos jatos encomendados pela Azul terão uma configuração de 130 assentos em classe única, com a aeronave entrando em operação no primeiro semestre de 2019.

Este novo modelo de aeronave tem, segundo a fabricante brasileira, 275 pedidos firmes, além de cartas de intenção, opções e direitos de compra cobrindo outras 415 aeronaves, totalizando 690 compromissos de companhias aéreas e empresas de 'leasing'.

Fonte: http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Paginas/NewDetail.aspx?newId=%7bB03DE986-3FE7-4303-9A87-53EB0C088B7E%7d



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/08/2017
Passeio em São Paulo: 9 dicas de roteiros culturais para estrangeiros na cidade [BR-Visa]
17/08/2017
A Semana em Brasília [Souza Cescon]
17/08/2017
EDP Renováveis fecha novo contrato "de longo prazo" nos EUA [EDP]
15/08/2017
EDP São Paulo investiu R$ 60 milhões em melhorias no Vale do Paraíba e Litoral Norte em 2017 [EDP]
14/08/2017
Tribunal Superior do Trabalho decide que a lei que regulamentou a tercerização não se aplica a contratos encerrados antes da vigência da lei [Souza Cescon]
14/08/2017
Entenda as condições para asilo e refúgio no Brasil [BR-Visa]