home > notícias

ASSOCIADOS

13/03/2017

Embraer fecha 2016 com lucro de R$ 585,4 milhões, mais que o dobro de 2015

Segmento de aviação comercial da Embraer, tradicionalmente o de maior peso na composição das receitas da companhia, respondeu por 50,6% da receita líquida da fabricante

No resultado consolidado de 2016, a Embraer registrou lucro líquido aos acionistas de R$ 585,4 milhões, mais que o dobro dos R$ 241,6 milhões vistos em 2015. Já o lucro líquido ajustado somou R$ 969,4 milhões no ano passado, um crescimento de 10,2% em um ano. A receita líquida em 2106 atingiu R$ 21,435 bilhões, um avanço de 5,59% em um ano.

O lucro líquido atribuído aos acionistas no quarto trimestre foi de R$ 648,3 milhões, montante 52,3% maior que o lucro de R$ 425,8 milhões apurado no mesmo período do ano passado.

Já no critério ajustado, excluindo o imposto de renda e a contribuição social diferidos no período, a Embraer contabilizou lucro líquido de R$ 694,2 milhões entre outubro e dezembro de 2016, cifra mais de seis vezes superior aos R$ 113,2 milhões registrados no quarto trimestre de 2015.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) totalizou R$ 1,258 bilhão nos últimos três meses de 2016, mais que o dobro dos R$ 579,5 milhões no mesmo período de 2015. A margem Ebitda, por sua vez, ficou em 18,8% no quarto trimestre do ano passado, um avanço de 11,6 pontos porcentuais (p.p.) na base anual.

Já o Ebitda ajustado atingiu R$ 1,153 bilhão, 18,9% acima dos R$ 970,1 milhões anotados no quarto trimestre de 2015. A margem Ebitda ajustada entre outubro e dezembro de 2016 foi de 17,2% ante margem de 12,1% há um ano.

O resultado operacional (Ebit) cresceu mais de três vezes entre os períodos, passando de R$ 250,6 milhões no último trimestre de 2015 para R$ 921,5 milhões no mesmo intervalo de 2016. A margem Ebit foi de 3,1% para 13,7%.

O segmento de aviação comercial da Embraer, tradicionalmente o de maior peso na composição das receitas da companhia, respondeu por 50,6% da receita líquida da fabricante de aeronaves no quarto trimestre do ano passado, com R$ 3,396 bilhões, o que corresponde a uma queda de 20,9% na comparação com igual etapa do ano anterior.

A representatividade da divisão em relação à receita líquida da companhia diminuiu na comparação com o mesmo período de 2015, quando a Aviação Comercial era responsável por 53,7% das receitas.

No quarto trimestre de 2016, a Embraer entregou 32 aeronaves comerciais, sendo 26 do tipo E175, três do modelo E190 e três E195. Entre outubro e dezembro de 2015, foram entregues 33 aeronaves comerciais, sendo 20 do tipo E175, seis E195, cinco E190 e dois E170.

No acumulado de 2016, o segmento de aviação comercial obteve R$ 12,149 bilhões de receita, um aumento de 7,1% ante o resultado de 2015. A cifra representa 56,7% das receitas obtidas no ano passado.

O segmento de Aviação Executiva, por sua vez, teve queda de 22,7% da receita entre o quarto trimestre do ano passado e o mesmo período do ano anterior, para R$ 2,222 bilhões, o que corresponde a 33,2% da receita líquida total da Embraer no período. Conforme a companhia, a queda reflete o menor número de entregas nesse trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior.

Fonte: http://www.defesanet.com.br/embraer/noticia/25059/Embraer-fecha-2016-com-lucro-de-R$-585-4-milhoes--mais-que-o-dobro-de-2015/



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/03/2017
Embraer: Brasil desenvolve tecnologia para lançamento de satélites produzidos no país e com foguete próprio
24/03/2017
Shoppings da Sonae Sierra Brasil participam da Hora do Planeta
24/03/2017
Hotel Tivoli Lisboa reabre com novo design
24/03/2017
Programa da EY incentiva mulheres empreendedoras
24/03/2017
O vinho sobe ao palco do Teatro Tivoli
24/03/2017
Sonae Sierra Brasil presenteia clientes nesta Páscoa