home > notícias

MUNDO

24/03/2017

Brasil Junino leva artistas e grupos brasileiros para a Europa

A chegada do Brasil Junino na Europa promete movimentar o cenário cultural das quatro capitais onde será realizada a mostra. Além de conhecer as maiores e mais deslumbrantes festas juninas do Brasil, o público europeu terá a oportunidade de conferir shows de artistas consagrados aqui no País. Nomes como Lucy Alves, Elba Ramalho, Os Gonzagas e Pé de Cerrado já estão confirmados e vão abrir e encerrar os festejos juninos em Lisboa, Roma, Madri e Paris com o melhor e mais autêntico da música popular brasileira. Nos dias da mostra, grupos e quadrilhas locais farão uma maratona para apresentar os ritmos que animam os mais diversos festejos de São João. A mostra ocorre de 7 de abril a 28 de maio, com entrada franca.

Os artistas responsáveis pelo “arrasta-pé” são do grupo Pé de Cerrado, Balé Flor do Cerrado, quadrilha junina “Si Bobiá a Gente Pimba”, todos de Brasília (DF); do Grupo Matulão, de Recife (PE); e da quadrilha junina “Raio de Sol”, de Olinda (PE). Já os atores Rebeca Oliveira e Fagner Saraiva interpretam os personagens Mateus e Catirina e vão encantar o público com narrativa teatral da lenda do Bumba Meu Boi.

De 7 a 16 de abril, a exposição desembarca em Lisboa, Portugal. Entre os dias 21 e 30, a mostra permanece em Madri, na Espanha. De lá, segue para Roma onde o Brasil Junino fica de 5 a 14 de maio. A última parada será em Paris de 19 a 28 de maio.

A iniciativa de apresentar a segunda maior festa popular do Brasil no exterior é do Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania (IBI), com patrocínio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O objetivo é expor a riqueza dessas manifestações culturais do País e mostrar o potencial turístico das nossas festas juninas, que encantam multidões. Para isso, a ação funcionará das 10h às 20h. Uma maratona de 900 horas de trabalho, para receber mais de 40 mil pessoas durante todo o período de realização.

Sobre os artistas

Faltando poucos dias para o início da mostra, a preparação dos artistas segue a todo vapor. Muitos já tiveram a oportunidade de se apresentar fora do Brasil, o que não diminui a ansiedade. É a primeira vez que eles se juntam com o objetivo de animar uma grande festa junina, mas fora do território brasileiro. Os espetáculos serão realizados em um coreto montado durante os dias de exposição e nos principais pontos turísticos dos países que receberão a mostra.

O grupo Pé de Cerrado, de Brasília (DF), está junto há 17 anos. As apresentações são resultado de um intenso trabalho de pesquisa sobre a miscigenação brasileira, além de muita dedicação e talento dos artistas. O resultado é uma deliciosa mistura de música, poesia, teatro, folclore e circo.

Banda oficial do Maior São João do Cerrado, em Brasília, o Balé do Cerrado une as principais manifestações folclóricas do Nordeste brasileiro – como o maracatu, frevo e xaxado – à dança clássica e contemporânea. Além disso, o grupo tem como missão favorecer a integração social de jovens pertencentes às comunidades carentes de Brasília, provendo oportunidades de desenvolvimento social por meio da arte.

O grupo Matulão de Dança apresenta uma proposta artística que agrega as linguagens da dança, música e poesia. O grupo nasceu na comunidade de Águas Compridas, em Olinda (PE), e já é atração dos principais festivais de música brasileira no País.

Para encenar a lenda do Bumba Meu Boi, os atores Rebeca Oliveira e Fagner Saraiva contam a história popular do casal Mateus e Catirina em uma apresentação emocionante. E, claro, não poderia faltar a alegria das quadrilhas. A dança, uma autêntica expressão da participação popular nos ritos juninos, será representada pelos grupos Si Bobiá a Gente Pimba, de Samambaia (DF) e pela quadrilha Raio de Sol, de Olinda, que deu origem ao grupo Matulão.

Brasil Junino
As atrações não ficam restritas a programação artística. A mostra contará com painéis que exibirão vídeos e informações dos principais festejos brasileiros. Além disso, quem visitar poderá conhecer comidas e bebidas típicas e conferir exposição com registros das principais festas juninas do Brasil: Campina Grande, na Paraíba; Caruaru, em Pernambuco; São Luís, no Maranhão; Mossoró, no Rio Grande do Norte; Aracaju, em Sergipe; Ceilândia, em Brasília, e o São João da Bahia, comemorado em todo o estado.

Fonte:

http://noticias.r7.com/distrito-federal/jornal-de-brasilia/brasil-junino-leva-artistas-e-grupos-brasileiros-para-a-europa-21032017



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/08/2017
Descobrir o Brasil em Portugal (ou de como a primeira vez nunca se esquece)
18/08/2017
Descobrir Portugal, trilho a trilho
18/08/2017
Quatro filmes de produção e co-produção portuguesa no Festival de Cinema de Toronto
18/08/2017
Portugal não é branco, nem em primeiro lugar dos brancos"
17/08/2017
Portugal vai candidatar-se à organização do europeu de Maratona BTT
15/08/2017
Portugal vai levar 13 atletas aos mundiais