home > notícias

MUNDO

03/04/2017

São Paulo ganha 'Poupa Tempo' de documentos portugueses

Batizado de 'Espaço do Cidadão', o serviço já é bem estabelecido nas cidades portuguesas, com mais de 400 postos de atendimento.

Os portugueses - que formam a maior comunidade de estrangeiros em São Paulo, com mais de 100 mil imigrantes residentes na capital - vão ter acesso a mais informações e serviços sem precisar sair do Brasil.

O consulado-geral de Portugal em São Paulo inaugurou nesta quinta (30) uma espécie de "Poupa Tempo" que fornece informações e facilita a emissão de diversos tipos de documentos lusitanos, muitos deles antes não disponíveis fora da terra de Camões.

Batizado de "Espaço do Cidadão", o serviço já é bem estabelecido nas cidades portuguesas, com mais de 400 postos de atendimento em todo o território. O balcão inaugurado em São Paulo, porém, é o primeiro fora da Europa e o segundo no mundo -desde 2016 existe um em Paris, onde também há uma grande comunidade lusa.

"São Paulo tem uma comunidade portuguesa grande e, principalmente, participativa", destaca o cônsul-geral de Portugal na cidade, Paulo Lourenço. "Vai facilitar em muitos aspectos, também por conta da distância entre São Paulo e Portugal. Muita coisa já vai poder ser resolvida neste espaço", completa.

Para usar o serviço -cuja inauguração teve direito à presença do ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, e do secretário de estado das Comunidades Portuguesas, José Luis Carneiro- os cidadãos portugueses precisam agendar um horário pelo site ou pelo call center do consulado.

Interesse crescente

O consulado de São Paulo é líder mundial na concessão de nacionalidades portuguesas em todo o mundo. Só em 2016, foram 7.413. Uma alta de 231% em relação a 2005, quando foram atribuídas 2.235 cidadanias.

Há cinco anos no posto, o cônsul diz que tem havido um movimento de crescimento sustentável ao longo dos últimos anos, não ligado diretamente à crise ou à situação atual do Brasil.

"Os brasileiros redescobriram Portugal. Eu percebo um interesse crescente. Tanto na questão das nacionalidades como dos investimentos", diz Paulo Lourenço.

Segundo o cônsul, recentemente, mais de mil brasileiros participaram de seminários específicos sobre sobre investimentos e capital realizados no consulado.

Fonte: Diário do Litoral



NOTÍCIAS RELACIONADAS
11/09/2018
Filme do Turismo Centro de Portugal conquista nova distinção internacional
11/09/2018
Primeiro disco da fadista Sara Correia lançado na sexta-feira
11/09/2018
Aveiro anuncia protocolo com Serralves para formação cultural dos jovens
11/09/2018
'O Grande Circo Místico' é o indicado do Brasil para uma vaga na disputa pelo Oscar
11/09/2018
Filipe Carvalho ganhou o Emmy de Melhor Genérico
11/09/2018
Lisboa recebe primeiro festival de comida e música focado na responsabilidade ambiental