home > notícias

ASSOCIADOS

04/04/2017

Dicas da Empiricus de como ganhar dinheiro com imóveis [Portugal]

Existe uma grande oportunidade em Portugal no setor imobiliário para criar riqueza mesmo para aqueles com perfil conservador.

00:05 - Menos mau...
Nós, os portugueses, estamos muito habituados a ter de escolher “o menos mau” quando se trata de aplicar as nossas poupanças.

A pouca inclinação para o risco, a escassez de alternativas e a falta de tempo são algumas das desculpas que usamos para nos convencermos que o “não fazer nada” é apenas um mal menor.

Essa mentalidade tem um peso extremamente relevante na sua vida financeira.

Convenhamos: o investidor português tem uma aversão tão grande ao risco que encara a volatilidade como um bicho-papão.

Mas, por outro lado, renuncia aos ganhos com alguma serenidade.

Este ponto é extremamente importante.

Quero que compreenda que quando deixa money on the table, como dizem os anglo-saxónicos, também está a perder dinheiro.

A propósito disso, procurei a expressão equivalente em português e nada encontrei. Os nossos irmãos brasileiros, no entanto, já a incorporaram nas suas expressões do dia-a-dia.

Nós ainda não.

Continuamos a desperdiçar grandes oportunidades de investimento sem qualquer tipo de remorsos.

01:22 - Tratamento de choque
Este comportamento, em tese, pode ser corrigido.

No Brasil, a Empiricus foi responsável pela introdução de centenas de milhares de pessoas na gestão ativa do seu património.

Nós por cá começámos a trilhar esse caminho:

Primeiro, com o lançamento do Carta Empiricus, uma série composta por relatórios com recomendações práticas de gestão inteligente do património.

E agora, ao lançarmos o projeto mais ambicioso para o imobiliário, resultado de uma constatação que fizemos em 2015, mas que ainda se mantém promissora:

Existe uma grande oportunidade em Portugal no setor imobiliário para criar riqueza mesmo para aqueles com perfil conservador.

02:10 - Identificação de pontos de entrada
Um dos grandes desafios do pequeno investidor é geralmente identificar o momento de entrada nos grandes ciclos de supervalorização dos ativos.

Quando os investidores internacionais estão a comprar imobiliário é normalmente um indicador que o mercado está em expansão.

Daí que seja legítimo pensar que está diante de uma excelente oportunidade de negócio.

Imagino as suas reticências… valeria a pena segui-los?

Até o pode tentar fazer, mas saberia como maximizar o seu investimento? Ou iria bater à porta destes megainvestidores para lhes perguntar qual o segredo do negócio?

Nesse sentido, a Empiricus decidiu, através lançamento do seu projeto mais ambicioso para o imobiliário, dotar o investidor comum das mesmas ferramentas do profissional.

Nele revelamos a chave que os maiores especialistas do setor utilizam para avaliar, escolher e rentabilizar o seu património imobiliário.

03:09 - Surfar o momento
É impossível ficar indiferente à dinâmica do imobiliário nacional… no entanto, quantas pessoas falam abertamente dessa oportunidade para o investidor particular?

As notícias no jornal ficam-se pelas constatações de um boom turístico e aumento de preços…

Ninguém explica como aproveitar essa onda.

A Empiricus identificou uma oportunidade e congregou os instrumentos essenciais para surfar este momento favorável.

Aproveito a sua atenção para fazer um pequeno alerta.

Restam poucas vagas, portanto sinto-me obrigado a recomendar-lhe máxima rapidez ou correrá o risco de ficar de fora.

04:15 - Vamos assinar os papéis...
Lá fora, após uma terça-feira de fortes subidas, todos parecem ter regressado às suas mesas de trading mais relaxados.

Diante de uma agenda vazia de indicadores relevantes, as atenções voltam-se para Bruxelas, onde Tim Barrow, representante permanente do Reino Unido na União Europeia, formalizará o pedido de divórcio.

Nove meses depois do referendo, o governo britânico invocará o artigo 50 e agora tem dois anos para negociar a sua saída.

Até aqui o mercado ignorou completamente uma das separações económicas mais profundas e complexas da história.

Eu acho que ingenuamente.

Aguardemos.

Fonte: Empiricus
 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/06/2017
Aproveitamento do ágio com base no regime da Lei 9.532/97 encerra-se no fim do ano [Souza Sescon]
22/06/2017
Marketing da Sonae Sierra premiado
22/06/2017
Padaria da Esquina entre os melhores do ano no Brasil
22/06/2017
Novo presidente executivo no Haitong deverá vir da China
22/06/2017
Gigantes tecnológicas secam talentos em Portugal
20/06/2017
EDP considerada a marca portuguesa mais valiosa