home > notícias

MUNDO

06/04/2017

Fátima. Reitor do Santuário garante estar “tudo a postos” para receber Papa Francisco

O reitor do Santuário de Fátima garantiu à Lusa que "está tudo a postos" para receber o Papa e os peregrinos a 12 e 13 de maio, e apelou aos fiéis que se desloquem à cidade-santuário.

O Papa Francisco será o quarto papa a visitar Fátima, a 12 e 13 de maio, e vai presidir ao centenário das "aparições" na Cova da Iria

O reitor do Santuário de Fátima disse à Lusa que “está tudo a postos” para receber o Papa e os peregrinos a 12 e 13 de maio, e apelou aos fiéis que se desloquem à cidade-santuário. “Está tudo a postos para receber os peregrinos e está tudo a postos para receber esse peregrino especialíssimo que é o Papa”, afirmou o padre Carlos Cabecinhas.

O responsável adiantou que a cerca de um mês da visita papal há, contudo, “ainda aspetos logísticos” por terminar. “As várias forças que têm de intervir nesta preparação estão todas já a trabalhar há muito tempo neste aspeto e, por isso, eu posso dizer neste momento está tudo pronto. Há aspetos logísticos que estamos a ultimar, mas está tudo pronto para receber o papa do ponto de vista da segurança, do ponto de vista logístico e está tudo pronto para receber os peregrinos”, assegurou.

Entre os aspetos por concretizar, o reitor exemplificou com a colocação de écrans gigantes nas ruas de Fátima. “É preciso pensar a colocação dos écrã gigantes que quer o santuário, quer a autarquia temos previstos para que todos os peregrinos que não possam ter acesso ao recinto possam acompanhar [as celebrações religiosas]. Está já definido o local, não estão ainda colocados”, referiu. Segundo o reitor do santuário, são aspetos como este que estão previstos e planeados, mas não estão realizados porque faltam cinco semanas para a visita de Francisco. “Nós queremos que os peregrinos venham, que os peregrinos estejam presentes”, adiantou Carlos Cabecinhas.

Notando que desde o anúncio e confirmação da visita do papa que “se tem sublinhado que ‘certamente vai estar uma grande multidão, que não será possível que todos vejam o Papa'”, o reitor declarou querer “contrariar essa ideia”. “O que é preciso dizer é que os peregrinos venham, é que estejam em Fátima, é que façam a experiência feliz de estar com o Papa Francisco de perto, porque haverá possibilidade, porque haverá oportunidade, porque Fátima tem capacidade para acolher”, realçou.

Reconhecendo que “nem todos os que virão a Fátima nestes dias cabem” no templo, o reitor destacou que “o Papa Francisco ao chegar vai percorrer um longo caminho desde o estádio municipal até ao santuário, em que os peregrinos o poderão saudar de perto, vê-lo de perto, como na saída poderão vê-lo de perto”. “Por isso, o grande desafio que eu faço é: está tudo preparado, os peregrinos venham, estejam presentes, façam a festa connosco, acolham o Papa, manifestem-lhe o carinho que ele merece”, acrescentou.

O Papa Francisco será o quarto papa a visitar Fátima, a 12 e 13 de maio, e vai presidir ao centenário das “aparições” na Cova da Iria. Os anteriores papas a visitar o santuário da Cova da Iria foram Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010).

Fonte: Observador



NOTÍCIAS RELACIONADAS
27/06/2017
Ilhas entre os destinos preferidos dos portugueses
27/06/2017
Brasília acolhe ciclo de música sinfônica portuguesa
27/06/2017
Volta a Portugal 2017 começa em Lisboa e termina em Viseu
26/06/2017
João Moutinho completa 100 jogos
26/06/2017
Pinacoteca de São Paulo abre exposição com mais de 100 obras de museu português
23/06/2017
Aprender todas as disciplinas com um projeto e um 'tablet' [Portugal]