home > notícias

MUNDO

20/04/2017

Roberto Carlos, um cantor romântico em Portugal

O músico brasileiro está em Portugal para uma série de concertos. O tema Sereia é um dos hits do momento do Brasil

Roberto Carlos chega a Portugal com um trabalho acabado de editar, que surpreendeu os fãs. Foi no dia 12 de abril que o cantor, contrariando o hábito de todos os anos lançar um álbum pelo Natal, editou um EP, com quatro temas, um dos quais com a atriz Jennifer Lopez que canta em português. Sereia é o título do EP e de uma das quatro faixas do disco, tema atualmente com grande popularidade no Brasil por ser a música-tema da atual novela da 21.00 da Globo, A Força do Querer.

Para além de Sereia, balada composta por Roberto Carlos, o segundo tema deste trabalho é Chegaste, o mais recente êxito do cantor que conta com a participação da estrela norte-americana. Vou Chegar Mais Cedo em Casa, de Roberto Carlos e Erasmo, é outra das faixas inéditas do disco que termina com Sua Estupidez, uma versão ao vivo da original de 1969, extraída do seu programa "Especial de fim de ano Roberto Carlos" do ano passado, um clássico da televisão brasileira.

Segundo a Pró-Música Brasil, entidade oficial que representa as principais editoras do mercado brasileiro, Roberto Carlos é o artista a solo com mais álbuns vendidos na história da música popular brasileira com mais de 120 milhões de cópias. Só em Portugal, e segundo a promotora dos concertos, já vendeu 1,5 milhões de discos. Com quase 50 anos de carreira, Roberto Carlos lançou 41 álbuns só com temas inéditos, sem contar as coletâneas e os discos ao vivo. A sua longa carreira teve início na viragem da década de 50 para 60 - lançou um single em 1959 e, pouco depois, em 1961, editou o seu primeiro álbum. No início, dedicava-se mais ao rock, tendo sido, aliás, um dos pioneiros do género no Brasil e um dos maiores expoentes da Jovem Guarda, movimento influenciado por Elvis, The Beatles e Chuck Berry. Tornou-se então um ídolo da juventude.

E foi logo na década de 60, mais precisamente em abril de 1966, que Roberto Carlos visitou Portugal pela primeira vez. Nessa altura o palco foi a RTP e o programa Canção e Espetáculo.

Na passagem para a década de 70, Roberto Carlos enveredou por uma postura mais romântica, conquistando, assim, uma audiência mais vasta, altura em que também protagonizou alguns filmes em que os seus temas faziam parte da banda sonora.

Nasceu na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, sul do Espírito Santo, quarto filho do relojeiro Robertinho Braga e da costureira Laura Moreira Braga (os protagonistas de Lady Laura e Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo), com quem aprendeu a tocar viola e piano. E foi ela quem o incentivou a cantar em público pela primeira vez, aos nove anos, num programa infantil de rádio interpretando o bolero Amor Y más amor.

Fonte: DN



NOTÍCIAS RELACIONADAS
07/11/2017
Reynaldo Gianecchini percorre Portugal com peça de teatro
07/11/2017
Universidade do Porto condecorada pela Marinha do Brasil
07/11/2017
Bonecos de Estremoz podem ser Património da Humanidade em dezembro
06/11/2017
São Martinho, a mais antiga feira de cavalos de Portugal
06/11/2017
Portugal vai promover-se como destino para andar de bicicleta ou a pé
06/11/2017
70 mil km para descobrir a Mina Lusitana