home > notícias

ASSOCIADOS

22/06/2017

Aproveitamento do ágio com base no regime da Lei 9.532/97 encerra-se no fim do ano [Souza Sescon]

Lei 12.973/14 representa um marco importante para a legislação fiscal federal, notadamente para a determinação das bases de cálculo do IRPJ, da CSLL e das contribuições ao PIS e à COFINS. Entre outras disposições, a nova lei disciplinou o tratamento fiscal aplicável às diversas alterações contábeis que resultaram da harmonização da norma contábil brasileira aos padrões internacionais de contabilidade, provocando mudanças significativas nos critérios para o reconhecimento e a forma de mensuração de ativos, passivos, receitas, custos, despesas e, por consequência, no lucro das empresas.

Na maioria dos casos, a opção da lei foi pela manutenção da neutralidade fiscal.

No que diz respeito, no entanto, ao reconhecimento, alocação e amortização de ágios (ou deságios por compras vantajosas) reconhecidos em razão da aquisição de participações societárias, a nova lei optou por modificar o tratamento fiscal, aproximando a sua quantificação para fins fiscais aos critérios de mensuração adotados contabilmente.

Leia na íntegra aqui.

Fonte: Souza Sescon

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/05/2018
E-Social – Sua empresa está preparada? [Master Consultores]
18/05/2018
Tivoli Hotels & Resorts estará no Casar 2018 [Tivoli Mofarrej]
17/05/2018
Advogados do Opice Blum são convidados pelo MIT para integrar júri [Opice Blum Advogados]
15/05/2018
Quais são as profissões que estão em falta em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
15/05/2018
EY mostra tendência estratégica para competir em ambiente de rápida evolução da tecnologia [Ernst & Young]
15/05/2018
Avanços na área da memória dentro do cérebro [F&F Ensino & Pesquisa]