home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

23/06/2017

Integração dos portugueses no Brasil os diferenciam de todas as comunidades espalhadas pelo mundo

O ator Ricardo Pereira, o embaixador Jorge Cabral, o cônsul-geral de Portugal em SP, Paulo Lourenço, e o presidente do Centro Cultural Português de Santos, José Duarte Alves com esposa Fátima Alves.

Mundo Lusíada
Em entrevista ao Mundo Lusíada, o cônsul-geral em SP, Paulo Lourenço falou sobre a “enorme alegria” em completar os seus cinco anos de mandato em São Paulo na altura em que a capital paulista recebia o Chefe de Estado de Portugal.

“Cinco anos em que procuramos sempre ir crescendo na ambição na forma como celebramos o Dia de Portugal, Camões e Comunidades Portuguesas em São Paulo, a criação do Experimenta Portugal é resultado dessa ambição, e poder ter em 2017 a presença em simultâneo do Chefe de Estado e do Chefe de Governo da República Portuguesa é um enorme privilégio. Revela bem o momento que estamos vivendo em Portugal” disse Lourenço citando que as comemorações e o compromisso da nação vão além de partidos. E receber as autoridades de Portugal num dos “teatros mais emblemáticos da cidade, com vários dos mais importantes monumentos iluminados, é difícil até de descrever” disse o cônsul citando a parceria do Consulado e da Prefeitura para as comemorações da data em que monumentos de São Paulo, como o teatro nesta noite, estiveram iluminados com as cores vermelho e verde.

Um “momento histórico” que marca esta visita passa também pela Escola Portuguesa, projeto assinado durante a visita a capital, segundo disse o cônsul. “Concretizar aquele que é o desejo de décadas da comunidade portuguesa em São Paulo é algo que muito me orgulha e acho que deve orgulhar a comunidade portuguesa em São Paulo. É a primeira Escola Portuguesa no Brasil, estranho é que ela ainda não existe, não ter uma escola portuguesa na maior cidade de língua portuguesa do mundo é estranho. Portanto vamos cumprir essa missão de longa data, fico muito feliz com isso”.

Outro ponto importante para o cônsul foi o público luso-brasileiro presente nesta noite. “Esta é uma das nossas diferenças, Portugal e os portugueses estão não apenas sempre junto das suas comunidades, mas continuam a ter a máxima confiança no Brasil e nos brasileiros, é uma mensagem muito importante porque essa é nossa maneira de estar no Brasil, e a plena integração das comunidades portuguesas no Brasil que diferenciam a nossa comunidade de outras espalhadas pelo mundo, é uma marca que nos torna diferentes de todos os outros” finalizou o cônsul. “Para mim, só posso dizer que foi um bom dia”.

Embaixador
“Eu como Embaixador de Portugal no Brasil só posso dizer que estou honradíssimo” começou por dizer Jorge Cabral, ao Mundo Lusíada, durante essa noite do 10 de Junho. “É uma maneira única e irrepetível de celebrar o Dia de Portugal, Camões e Comunidades Portuguesas sobretudo, no Brasil, com a presença do presidente da República e do Primeiro-Ministro, com a comunidade portuguesa aqui e no Rio” disse Jorge Cabral sobre a “oportunidade única”.

“Só significa que, primeiro, o Brasil tem uma ligação muito próxima, são países irmãos, e que as comunidades luso-brasileiras, os brasileiros em Portugal e os portugueses no Brasil são parte da mesma família. Só uma intimidade grande é que permite um acontecimento como este nesta noite que é mágica” diz o embaixador sobre as comemorações que, depois da França no ano passado, teve o Brasil como escolha este ano por ter a maior concentração de comunidade portuguesa fora da Europa. “Não era possível unir todas as cidades, porque o país é um continente, mas ao menos duas capitais muito simbólicas, e porque São Paulo tem a maior concentração de comunidade portuguesa do Brasil inteiro”.

Prefeito João Doria
Ao Mundo Lusíada, o prefeito João Doria que participou das comemorações do Dia de Portugal pela primeira vez, comentou sobre o “gesto elogiável” do presidente de Portugal em viajar até São Paulo para estar junto da comunidade nesse 10 de Junho. “Até para mostrar essa relação que Brasil e Portugal possuem no plano institucional, cultural, comercial e diplomático”.

Dória também falou sobre as recentes parcerias fechadas com empresários portugueses para restauração inclusive de parte do Theatro Municipal, onde o presidente português foi recepcionado. “A recuperação de toda fachada do Theatro está sendo patrocinada por empresas portuguesas, sob liderança da EDP, e outras empresas sob comando da Câmara de Comércio Brasil Portugal, vão fazer quatro intervenções na nossa cidade, melhorando assim o legado de Portugal para a cidade de São Paulo. Estamos muito honrados” diz o prefeito que esteve recentemente em Lisboa para uma conferência, segundo ele, ficou “menos tempo do que gostaria”.

Ricardo Pereira
Muito solicitado nessa noite foi também o ator Ricardo Pereira, atualmente na novela Novo Mundo da Rede Globo, foi convidado pelo Consulado Geral de Portugal em São Paulo para apresentar o evento que recepcionou o Presidente e Primeiro-Ministro em São Paulo.

“Uma honra, é muito bom estar num país há tempo trabalhando como estou aqui no Brasil, e poder receber o presidente do meu país, o primeiro-ministro, pessoas que eu já tenho uma ligação há muitos anos, e vir receber num dia tão especial, de 28 horas como ele [presidente] falou, num Portugal espiritual, que é mais do que o território, são as pessoas, não só os originários mas as pessoas que passaram por Portugal, os descendentes. É um dia muito especial para toda gente, começou no Porto e acabou em São Paulo. Muito me honrou e me tocou ser o mestre de cerimônia deste evento tão importante numa casa como o Theatro Municipal de São Paulo, tão emblemática”.

Ricardo Pereira acompanhou a comitiva portuguesa no Rio, onde aconteceu a Festa dos Santos Populares e já havia se apresentado no Navio Sagres, no Cais do Porto, além de participar da inauguração do Consulado de Portugal no Rio no Palácio São Clemente.

Ao Mundo Lusíada, o ator também falou sobre essa proximidade nas relações Portugal/Brasil. “Eu lembro quando cheguei há 13 anos era necessário se aproximarem mais, acho que a mão entre os dois países está definitivamente dada, todo mundo caminha de mão dada” diz o ator citando todos que trabalharam nesse intercâmbio, inclusive ele. “Naquilo que me diz respeito, no lado cultural, eu acredito muito e faço muito por isso. Acho que quanto mais os dois países caminharem juntos, melhor será para eles, e me deixa muito feliz cada vez mais essa aproximação”.

Fonte: Mundo Lusíada



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/07/2018
Portugal pretende retomar lugar no comércio bilateral [Portugal]
16/07/2018
Quer morar em Portugal? Visto de empreendedor é opção [Portugal]
16/07/2018
Sete motivos que levam ao crescimento do comércio eletrônico no Brasil [Brasil]
16/07/2018
Mulheres Empreendedoras vão mostrar sua força nos negócios durante a BMB [Brasil]
16/07/2018
Brasil lidera fluxo de investimento de mais longo prazo entre emergentes [Brasil]
16/07/2018
Empreendedorismo de impacto social cresce no Brasil [Brasil]