home > notícias

ASSOCIADOS

26/06/2017

Casa Santa Luzia, melhor empório de SP, enche os olhos com produtos de diversos países

Fundado em 1926, o Santa Luzia foi apontado como o melhor empório da cidade. Nas prateleiras, iguarias de várias partes do mundo dividem espaço com itens de fabricação própria, como pães e doces.

Na hora de eleger o melhor empório da cidade, o júri especializado não hesitou em dar o veredicto: Casa Santa Luzia, o charmoso mercado dos Jardins, fundado em 1926 pela família Lopes, de origem portuguesa.

Às sextas e sábados, o número 1.471 da alameda Lorena é um dos pontos mais concorridos da região.

A casa está não só no roteiro diário da clientela local, que busca carnes, verduras e frutas fresquíssimas, como também, dada a variedade de produtos finos, vindos de toda parte do mundo, na mira de chefs e de qualquer um que procure aquele ingrediente especial para o preparo de uma receita. Difícil não encontrar ali o que quer que seja, de carne de jacaré a coador de café.

O sortimento de produtos enche os olhos e atiça o desejo de experimentar iguarias de fora da rotina. Produtos gourmet estão em todas as estantes: escargots de Borgonha, trufas negras ou brancas, musse de foie gras de ganso, caviar, massas italianas com tinta de lula, bem como conservas, geleias e chocolates vindos de diversos países.

Uma gôndola de azeites faz inveja à de vinhos: ao lado das tradicionais marcas portuguesas, estão outras da Espanha, da França, da Itália, do Chile, do Líbano, de Israel, da Grécia, da Tunísia, do Uruguai, da Argentina e produtos premium do Brasil.

O que se vê é a preocupação de garimpar o que há de melhor para oferecer a uma freguesia exigente: do caranguejo da neve capturado no mar de Bering à linguiça artesanal de Bragança Paulista, das vieiras gigantes do Canadá ao pintado da Amazônia.

No segundo andar, um cantinho para uma pausa nas compras e a oportunidade de degustar delícias da padaria: num balcão, instalado em meio às prateleiras de chás e cafés gourmet, vale provar uma fatia de bolo de amêndoas do convento da Vidigueira e sentir o aconchego da culinária lusitana.

Fonte: Folha S. Paulo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/05/2018
E-Social – Sua empresa está preparada? [Master Consultores]
18/05/2018
Tivoli Hotels & Resorts estará no Casar 2018 [Tivoli Mofarrej]
17/05/2018
Advogados do Opice Blum são convidados pelo MIT para integrar júri [Opice Blum Advogados]
15/05/2018
Quais são as profissões que estão em falta em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
15/05/2018
EY mostra tendência estratégica para competir em ambiente de rápida evolução da tecnologia [Ernst & Young]
15/05/2018
Avanços na área da memória dentro do cérebro [F&F Ensino & Pesquisa]