home > notícias

ASSOCIADOS

26/06/2017

EDP anuncia investimento de R$ 300 milhões em 2017

A EDP Espírito Santo amplia os investimentos na rede de distribuição de energia elétrica em 2017 nos 70 municípios da sua área de concessão. A empresa vai aplicar cerca de R$ 300 milhões em melhorias, valor 90% superior ao registrado em 2015 e 27% maior que em 2016. O montante será destinado para as áreas de expansão, modernização, combate às perdas, infraestrutura e atendimento ao cliente.

“Todos os anos, investimos massivamente em nosso sistema, para garantir maior robustez, reforçando a confiabilidade e a melhoria da qualidade do fornecimento de energia dentro de elevadas condições técnicas e de segurança”, afirma João Brito, diretor da EDP Espírito Santo.

Cerca de R$ 160 milhões serão investidos na ampliação e construção de subestações e em construção e recapacitação de linhas de distribuição de alta tensão. Entre os empreendimentos estão as novas Subestações Guriri (em São Mateus) e Atílio Vivácqua, ampliação de outras 24 subestações, entre elas, São Mateus, Linhares, Itapemirim, Lameirão (em Guarapari) e Fruteiras (em Cachoeiro de Itapemirim).

A expansão vai aumentar a capacidade do sistema de atender a demanda de energia, além de evitar oscilações e aprimorar a confiabilidade do serviço. Além dos municípios onde as obras serão realizadas, também serão beneficiadas as cidades de Barra de São Francisco, Anchieta, Itapemirim, entre outras.

Os recursos serão utilizados ainda para a construção de 14 quilômetros de linhas de distribuição de alta tensão e a recapacitação de outros 81 quilômetros que passam por diversos municípios do Estado como, por exemplo, a linha Viana-Guarapari e João Neiva-Linhares. A medida aumenta a confiabilidade do sistema e reduz o número de eventuais interrupções de energia.

O aporte do plano de investimentos da EDP no Espírito Santo permitirá que um acréscimo de 229 MVA de potência instalada, isso corresponde à potência atual instalada do município de Vila Velha.

“A construção, ampliação e modernização de subestações e linhas de distribuição são fundamentais para suportar o aumento da demanda e até mesmo antecipar o crescimento econômico do Estado, assegurando o atendimento ao mercado, reforçando a confiabilidade e a melhoria da qualidade do fornecimento de energia dentro de elevadas condições técnicas e de segurança”, reforça Brito.

Cerca de R$ 50 milhões serão aplicados para modernizar o sistema de distribuição da Concessionária. As melhorias incluem a substituição de 220 quilômetros de cabos que compõem as redes com tecnologia compacta e, também, as redes protegidas, que, além de reduzirem a poluição visual, sofrem menos interferências externas, ocasionadas por vento, galhos de árvore e outros objetos.

Somando-se a isso, somente em 2017, a rede de distribuição da EDP está recebendo 165 novos religadores, permitindo que 40% dos clientes da Distribuidora sejam beneficiados com a transferência automática de carga.

Os religadores são dispositivos de proteção e recomposição automática de carga, que fazem com que, em casos de interrupção, a energia seja restabelecida automaticamente e de forma rápida, além de aumentarem a segurança do sistema.

“Estamos modernizando todo o nosso sistema de automação das subestações, atualizando nossos softwares, substituindo preventivamente transformadores, postes e investindo em composições que proporcionem mais qualidade aos serviços”, complementa o diretor da Distribuidora.

A EDP Espírito Santo investe constantemente em suas instalações, de modo a reduzir o número de ocorrências, limitar os impactos e restabelecer rapidamente o serviço em caso de interrupção no fornecimento.

Fonte: ES Hoje



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/05/2018
E-Social – Sua empresa está preparada? [Master Consultores]
18/05/2018
Tivoli Hotels & Resorts estará no Casar 2018 [Tivoli Mofarrej]
17/05/2018
Advogados do Opice Blum são convidados pelo MIT para integrar júri [Opice Blum Advogados]
15/05/2018
Quais são as profissões que estão em falta em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
15/05/2018
EY mostra tendência estratégica para competir em ambiente de rápida evolução da tecnologia [Ernst & Young]
15/05/2018
Avanços na área da memória dentro do cérebro [F&F Ensino & Pesquisa]