home > notícias

MUNDO

06/07/2017

Instituto Camões promove alfabetização de militares da Guiné-Bissau

Projeto pretende reforçar competências em língua portuguesa de 715 efetivos militares na Guiné-Bissau, estando já a ser constituída a equipa técnica que dará a formação.

O Camões – Instituto da Cooperação e da Língua vai promover um projeto de apoio à alfabetização e à literacia nas forças armadas da Guiné-Bissau, em parceria com o Ministério da Defesa e com a Embaixada de Portugal em Bissau, juntamente com o Estado Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau.

A iniciativa tem o objetivo de contribuir para a consolidação da missão das Forças Armadas guineenses e incidirá no reforço das competências em língua portuguesa de 715 efetivos militares nos aquartelamentos militares de Bissau, Bafatá, Gabú, Ingoré, Bula, Mansoa, Quebo e Buba.

Segundo informou o Camões, as atividades de formação decorrerão sob supervisão científica do Departamento de Língua Portuguesa/Centro de Língua Portuguesa da Escola Normal Superior Tchico Té.

Durante o mês de julho, estarão a decorrer as atividades de seleção e contratação da equipa técnica do projeto, nomeadamente de 11 alfabetizadores e 16 professores de língua, a partir de um manual criado em Portugal.

Fonte: Portugal Digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
15/10/2018
São portuguesas e foram "extraordinárias" no seu tempo. Sabe quem são?
15/10/2018
Uma das Sete Maravilhas do Mundo, Cristo Redentor completa 87 anos
15/10/2018
CAV de Coimbra explora tema do trabalho em nova exposição
15/10/2018
Associação Aldeias Históricas de Portugal promove cimeira internacional de turismo inédita
15/10/2018
'Foi Deus' é a canção portuguesa mais votada para o primeiro Cancioneiro da UE
15/10/2018
Uma 'antologia mínima' para descobrir ou redescobrir Fernando Pessoa