home > notícias

MUNDO

17/07/2017

Portugal: os melhores restaurantes à beira-mar

Oito restaurantes que tem de conhecer para ficar mais feliz

Era uma vez um país à beira-mar plantado e uma gastronomia riquíssima. Juntaram-se os dois e os nossos estômagos viveram felizes para sempre.

Podíamos começar por referir a vista deslumbrante para o convencer, mas não queremos de todo desvalorizar o mais importante, a comida. Gastronomia tradicional com um toque de imaginação, numa carta onde o peixe e o marisco (sempre frescos) dominam. Há muito para provar, por isso deixámos aqui apenas algumas sugestões, comece pelo camarões panados com sementes de sésamo, continue com a massinha de peixe com aroma de hortelã e termine com a mousse de chocolate com flor de sal e azeite virgem, que é já imagem de marca da casa.

Com 943 quilómetros de costa no continente, 667 quilómetros nos Açores e 250 quilómetros na Madeira, é natural que o mar nos ofereça alguns dos ingredientes mais saborosos da gastronomia portuguesa.

Ali, aninhado junto à belíssima praia da Arrifana, com a proteção das altas escarpas, poderá encontrar este despretensioso restaurante. A moreia frita ou os lombinhos de atum com crosta agridoce são alguns dos petiscos recomendados.

Localizado numa das praias mais bonitas do norte do país, terá como companhia os antigos moinhos de vento, cartão postal da Apúlia. Essa é uma das razões para se deslocar até este restaurante. A outra é a frescura dos ingredientes que lhe chegarão à mesa, quer a sua escolha recaia sobre o peixe ou marisco. Não deixe de experimentar o prato mais afamado do restaurante, o arroz de robalo caldoso.

Aqui irá encontrar uma cozinha um pouco diferente, mais vanguardista e atenta às tendências. Vejamos, por exemplo, os pratos de mucama de atum com laranja e coentros frescos ou o folhado de mousse de cavala com beterraba marinada e picles de salicórnia. Pode optar pelo menu de degustação ou escolher à carta, esta última com bastantes opções.

Como se a água cristalina e a tranquilidade da Ilha Deserta de Faro não fossem pretexto mais que suficiente para uma viagem de barco até lá, junta-se-lhe o Restaurante Estaminé e aí fica impossível resistir-lhe. Vá cedo, desfrute bem da praia e ao almoço delicie-se com um simples e delicioso peixe grelhado ou um xerém de marisco da ria.

"Uma experiência gastronómica feita com AMOR!" é o lema deste restaurante de hotel. Rústico-chique ou eco-de-charme são alguns dos adjetivos usados para descrever um dos hotéis mais charmosos do país. Perfeitamente enquadrado com o ambiente envolvente, a sua cozinha pretende ser quase como uma extensão da natureza até à mesa. As flores, bolbos, legumes e ervas aromáticas provêm da horta que cresce livremente no jardim do hotel e os ingredientes utilizados variam de acordo com a sazonalidade, tal como a carta. Sugere-se o menu de degustação.

Em Sagres o que é de Sagres, podemos assim definir a carta deste restaurante. O peixe e marisco chegam diretamente da lota de Sagres e os vegetais de um produtor local. Polvo da costa vicentina, puré de alho e grelos salteados, cremoso de funcho, citrinos e ervilhas ou medalhão de tamboril marinado são algumas das iguarias que poderá saborear enquanto contempla o mar. De Sagres, claro está. 

Podíamos começar por referir a vista deslumbrante para o convencer, mas não queremos de todo desvalorizar o mais importante, a comida. Gastronomia tradicional com um toque de imaginação, numa carta onde o peixe e o marisco (sempre frescos) dominam. Há muito para provar, por isso deixámos aqui apenas algumas sugestões, comece pelo camarões panados com sementes de sésamo, continue com a massinha de peixe com aroma de hortelã e termine com a mousse de chocolate com flor de sal e azeite virgem, que é já imagem de marca da casa.

O peixe do dia grelhado tem tanto de simples como de divinal, não defraudando expetativas a ninguém, por isso antes de entrar preste atenção às recomendações com o que o mar se encarregou de oferecer nesse dia. Se quiser arriscar mais um pouco na sua escolha, experimente os pratos de influências estrangeiras como o ceviche de salmão com papaia e endívia roxa ou o caril de crustáceos açafronado. Quanto à vista, é de cortar a respiração.

Um espaço em tudo fiel ao local em que está inserido, desde a arquitetura do edifício até à ementa. E já que falamos de ementa, não percamos mais tempo e passemos já às recomendações, sendo o forte da casa as caldeiradas. Há de fragateiro, enguia ou rodovalho, por exemplo. Para começar, entretenha-se com umas amêijoas da ria à Bulhão Pato. Convém reservar mesa antecipadamente, principalmente se for ao fim-de-semana.

Se se sentar à janela terá a sensação de que está a comer na praia. Relaxe e aprecie a paisagem. Quanto ao peixe e marisco, são tão frescos que vai sentir-se como se estivesse a "comer mar". Dos percebes à caldeirada, é o que se chama levar o mar à mesa. A bela (e saborosa) da sardinha assada é um dos pratos mais típicos do verão, mas há mais, muito mais do que isto para degustar. E se o mar estiver no nosso horizonte enquanto nos deliciámos com o que nos ofereceu, ainda melhor.

Foi com isso em mente que a revista Food and Travel Portugal partiu à descoberta. Percorreram a (fantástica) costa de Norte a Sul do país com duas exigências: deliciosos pratos de peixe e marisco e uma vista de mar de tirar o fôlego. O objetivo? Encontrar os melhores restaurantes à beira-mar de Portugal continental.

A missão foi cumprida com sucesso e o resultado está na fotogaleria. Alerta: é de fazer crescer a água na boca.

Veja as fotos aqui.

Fonte: Viagens Sapo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
25/07/2017
Cine Lusco Fusco apresenta filme gratuito para público infantil no Consulado de Portugal
24/07/2017
Alunas do Colégio Anchieta representarão o Brasil em festival de teatro em Portugal
24/07/2017
Duas medalhas de bronze para Portugal nas Olimpíadas da Matemática
24/07/2017
Bienal de Jovens Criadores da CPLP é inaugurada em Cerveira
18/07/2017
Brasil produziu os filmes ibero-americanos mais vistos em 2016
17/07/2017
Dicas de viagem para visitar a Madeira | Portugal