home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

20/07/2017

Investimento imobiliário em Portugal pode atingir "recorde histórico"

O grupo norte-americano da área do imobiliário CBRE destacou hoje "uma dinâmica muito positiva no setor" em Portugal no primeiro semestre, estimando ser possível um novo "recorde histórico" de investimento anual, "próximo dos três mil milhões de euros".

Em comunicado sobre uma pesquisa levada a cabo pelos seus peritos, lê-se que "o investimento alcançado nos primeiros seis meses do ano e os ativos que estão e deverão entrar no mercado elevam as expectativas de fecho do ano para valores superiores a dois mil milhões de euros (o dobro de 2016 e em linha com 2015), com a probabilidade de atingir ainda um novo recorde histórico, próximo dos três mil milhões de euros".
 
Os responsáveis da CBRE sublinham que "o investimento nacional representou apenas 10% do volume de investimento em imobiliário comercial do primeiro semestre, embora com um peso de 41% no número total de transações" e que, "no mercado de investimento em imobiliário comercial, foram captados mil milhões de euros para o país, um valor muito em linha com o observado no período homólogo, e um total de 22 transações".
 
"No comércio de rua de Lisboa o aumento foi mais significativo para 130 euros por metro quadrado/mês, na Rua Garrett", uma variação anual de mais 30%, por exemplo, "enquanto na Rua de Santa Catarina, no Porto, manteve-se nos 45 euros por metro quadrado/mês", com "maior preponderância de unidades do setor de alimentação e bebidas, impulsionadas pelo contínuo crescimento do setor turístico".
 
Entretanto, o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), Eurostat, revelou hoje que os preços das casas aumentaram 4,0% na zona euro e 4,5% na UE no primeiro trimestre deste ano, face ao homólogo, com Portugal a registar uma subida acima de ambas as médias.O grupo multinacional CBRE de origem norte-americana dedica-se ao setor imobiliário, com mais de 75.000 colaboradores e 450 escritórios em todo o mundo, além das companhias afiliadas, dedicando-se à consultoria estratégica e mediação em operações de venda e arrendamento de imóveis, promoção, investimento e gestão de imóveis e projetos, segundo o próprio.

Fonte: Portugal Global



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/07/2018
Portugal pretende retomar lugar no comércio bilateral [Portugal]
16/07/2018
Quer morar em Portugal? Visto de empreendedor é opção [Portugal]
16/07/2018
Sete motivos que levam ao crescimento do comércio eletrônico no Brasil [Brasil]
16/07/2018
Mulheres Empreendedoras vão mostrar sua força nos negócios durante a BMB [Brasil]
16/07/2018
Brasil lidera fluxo de investimento de mais longo prazo entre emergentes [Brasil]
16/07/2018
Empreendedorismo de impacto social cresce no Brasil [Brasil]