home > notícias

MUNDO

28/07/2017

Projeto literário “Cá entre nós: Brasil & Portugal” foi lançado no Porto e Lisboa

Na Biblioteca de São Lázaro, a marchante Milu Pereira, os autores, Hilton Fortuna Daniel, Mariana Piteira, Paulo Borges, Miguel Villa, Sheylla Cruz do Valle, Eloína Ferraz, Thais Matarazzo e Raquel Gomes. 

Após ser apresentado no Brasil, nas cidades de Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente nos meses de maio e junho, o projeto literário “Cá entre nós: Brasil & Portugal” foi lançado em Portugal, nas cidades do Porto e Lisboa, contando com várias intervenções.​

“Foram momentos agradáveis e felizes que compuseram a partilha da nossa literatura em terras lusitanas. Sempre muito bem recebidos, os livros que fazem parte do projeto literário esgotaram-se rapidamente” conta a organizadora Thais Matarazzo.


Ainda no Brasil, na cidade de Santos, na noite de 15 de junho, a editora foi convidada a participar de um coquetel em homenagem a comunidade luso-paulista à bordo do Navio Escola Sagres, por um motivo especial: o tenente David Morgado participou da obra “Vamos falar do Brasil?”. “Fomos recebidos com muita atenção e carinho pelo Comandante António Manuel Gonçalves, o tenente David Morgado e toda tripulação. Foi uma grande alegria e emoção poder estar em solo luso mesmo antes da nossa viagem à Portugal”. Estiveram presente o jornalista Ronaldo Andrade, Thais Matarazzo e Gilberto Cantero. A escritora participante do projeto literário Marly Gonçalves e esposo também foram recebidos no Sagres dia 16.

No Porto, o lançamento foi realizado na noite chuvosa do dia 6 de julho, na Sala Unesco do Espaço T, com sede num belíssimo edifício século XIX à Rua do Vilar. O evento foi organizado pela Associação Sociocultural Código Simbólico e contou com a presença de associados e vários amigos portuenses. A presidente da associação, a socióloga Rosilda Portas, fez a apresentação do evento juntamente com o escritor Paulo Borges e a organizadora do projeto literário, Thais Matarazzo.
Na tarde ensolarada da segunda-feira, dia 10 de julho, realizou o “Café Literário” numa das esplanadas da Foz do Douro, um fantástico cenário para se debater experiências literárias com os amigos brasileiros residentes em Portugal.

Em 11 de julho foi a vez da visita a “Casa do Brasil / Casa Pedro Álvares Cabral”, em Santarém, localizada à Rua Vila de Belmonte, no centro histórico da cidade. Matarazzo foi recebida pela direção da Casa e fez a entrega para a biblioteca da entidade dos livros “Vamos falar de Portugal II?”, “Vamos falar do Brasil?” e “Poesias Contemporâneas de Cá e Lá”. A biblioteca contém muitos livros brasileiros, com destaque para a obra “Noel Rosa uma biografia” de João Máximo e Carlos Didier, e conta atualmente com a exposição “Santarém, cidade em crescente” (aberta até 7/2/2018, grátis), com 70 peças provenientes sobretudo do espólio do Museu Municipal de Santarém, mas também dos museus Etnográfico da Ribeira de Santarém, Carlos Reis de Torres Novas, Nacional de Arte Antiga de Lisboa, com destaque para a importância da agricultura: vinho, azeite e cereais, do touro e do cavalo, do rio e da lezíria.

No dia 12 de julho, os escritores Miguel Villa, Sheyla Cruz do Valle e Thais Matarazzo estiveram na Rádio SIM, de Lisboa, quando foram entrevistados pelo radialista Carlos Coutinho para o programa “Olha que dois”, conversando sobre literatura e as atividades da Editora Matarazzo.

Na capital portuguesa, o lançamento das obras ocorreu no salão nobre da Biblioteca de São Lázaro, freguesia de Arroios, na tarde ensolarada de 13 de julho. O salão estava repleto, o projeto foi aberto pelo Dr. Rui Faustino, diretor da biblioteca, e em seguida, Thais Matarazzo falou sobre a importância dos livros na união dos escritores participantes de três países lusófonos: Brasil, Portugal e Angola.

Depois, em continuidade da apresentação, cada autor presente discorreu sobre os temas abordados, como, Miguel Villa, Paulo Borges, Eloína Ferraz, Sheyla Cruz do Valle, Hilton Fortuna Daniel e a jornalista Raquel Gomes – que representou o escritor Ronaldo Andrade. O livro “Vamos falar de Portugal II?” também é composto com as imagens da fotógrafa lisboeta Maria Piteira, que esteve presente ao lançamento. Presenças também da fadista Ada de Castro, do escritor Jorge Trigo e da marchante Milú Pereira, que representou, à caráter, as Marchas Populares de Lisboa, convidada pelo amigo Miguel Villa, que abordou este tema em “Vamos falar de Portugal II?”. A jornalista Priscila Roque, do site “Cultuga”, também fez a cobertura iconografia do lançamento na Biblioteca de São Lázaro.

Na tarde seguinte, 13 de julho, o projeto foi mostrado aos participantes do “Clube de Leitura” da Biblioteca São Lázaro que acontece ao livre no Campo Mártires da Pátria, próximo à biblioteca. Na oportunidade, foram distribuídos alguns títulos da Editora Matarazzo e o romance “A mulher do comboio” de Ronaldo Andrade.
Com uma agenda cheia, a Editora Matarazzo concluiu as atividades propostas dentro do projeto “Cá entre nós: Brasil & Portugal”. “Todos os eventos foram coroados de êxitos e agradecemos todos os autores participantes, os leitores e amigos, e um agradecimento super especial aos nossos apoiadores culturais: Jornal Mundo Lusíada, Associação Sociocultural Código Simbólico e programa “Os Imigrantes” da Rádio Trianon AM de S. Paulo” declarou.

Segundo Matarazzo, no próximo ano vem aí a segunda edição de “Cá entre nós: Brasil & Portugal”.

Fonte: Mundo Lusíada



NOTÍCIAS RELACIONADAS
06/11/2018
A celebração de Sophia de Mello Breyner Andresen no ano do centenário
06/11/2018
Portugal e China criam laboratório tecnológico para estudar espaço e oceanos
06/11/2018
Festival literário de Viseu vai contar com dois prémios Camões
06/11/2018
Cientistas de Coimbra descobrem alternativa à base cancerígena dos plásticos
06/11/2018
Mariza é a vencedora do Prémio Luso-Espanhol Arte e Cultura 2018
06/11/2018
Prédio do Masp na Av. Paulista, projetado por Lina Bo Bardi, completa 50 anos