home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

21/09/2017

Secretária de Estado do Turismo: “Receitas do turismo cresceram 20%

O BCP, que assinou um protocolo com a Confederação do Turismo Português e com o BEI, diz que "quer ser o banco de referência do setor do turismo em Portugal". Na apresentação Ana Mendes Godinho lembrou que o turismo está a criar mais 40 mil empregos por mês do que em 2016.

O BCP e a Confederação do Turismo Português assinaram um protocolo com vista ao desenvolvimento de soluções de financiamento para o turismo.

Miguel Maya, vice-presidente do BCP, assumiu que “o BCP quer ser o banco referência do turismo em Portugal”. Numa altura em Portugal está nos top 15 dos destinos turísticos mais competitivos do mundo. O BCP está na linha da frente dos financiamentos dos projetos do turismo, só superado pelo IAPMEI e pelo IFADAP, tendo já, ao abrigo da linha de investimento no COMPETE Turismo Portugal 2020, atingido os 470 milhões de euros de financiamentos.

Numa sessão organizada pelo BCP e pela Confederação do Turismo Português, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, lembrou os dados que acabam de sair do Banco de Portugal relativos às estatísticas da balança de pagamentos de julho, e que revelam um crescimento de 20% das receitas do turismo. “Um crescimento em valor e não em número de turistas, que é a nossa aposta”, explicou a governante. “Portugal atingiu 7,9 mil milhões de euros de receitas, mais 1,4 mil milhões do que em 2016, e isto ainda sem o mês de agosto”, disse Ana Mendes Godinho.

“Isto não cai do céu, deve-se ao forte investimento público e privado no turismo”, disse a Secretária de Estado.

Ana Mendes Godinho falou dos instrumentos que o Governo criou para apoiar a indústria do turismo. “Ao nível do capital de risco criámos um fundo (Turismo Crescimento) no valor de 15 milhões de euros. Ao nível do programa de fundos comunitários Portugal 2020, já temos 312 projetos executados e pagos”, disse.

A governante falou da Linha Valorizar para alavancar o investimento no interior, que tem o valor de 70 milhões de euros.

“Quando construímos os instrumentos que as pessoas precisam, eles têm uma execução extraordinária”, diz a Secretária de Estado que acrescenta que já 1.500 empresas de turismo beneficiaram destes instrumentos, alavancando 600 milhões de euros.

“Por mês o turismo está a criar emprego”, disse Ana Mendes Godinho que revela números: “por mês o turismo está a criar mais 40 mil empregos do que em 2016, e no ano passado criou por mês mais 20 mil empregos em 2015”.

No workshop participaram ainda o presidente da CTP, Francisco Calheiros; Abel Mascarenhas, presidente da Comissão Diretiva – Estrutura Gestão IFRRU 2020 e Joaquim da Costa Pedroso, do BEI.

Fonte: Portugal Global



NOTÍCIAS RELACIONADAS
13/11/2018
Governo vai reformular seguro para exportações [Brasil]
13/11/2018
Portugal registou uma das maiores descidas na taxa de desemprego em setembro [Portugal]
13/11/2018
Faturamento do setor de serviços em SP vai a R$ 29,3 bi e bate recorde [Brasil]
13/11/2018
Infraestruturas de Portugal já investiu até setembro mais que em todo ano de 2017 [Portugal]
13/11/2018
Produção na construção cresceu 4,2% em setembro [Portugal]
13/11/2018
Portugal está entre os melhores destinos para gozar a reforma [Portugal]