home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

25/09/2017

Redes de cooperação bilaterais entre o Brasil e a Europa

O projeto INCOBRA, coordenado pela SPI e de apoio à cooperação entre o Brasil e a União Europeia, lançou, no último dia 15 de setembro de 2017, um edital de manifestação de interesse para a formação de redes de cooperação bilaterais entre o Brasil e a Europa.

O objetivo é reforçar e aprofundar a cooperação mútua entre atores brasileiros e europeus de investigação e inovação através do apoio a redes de cooperação bilateral em diversas áreas prioritárias: bioeconomia, segurança alimentar, agricultura sustentável, energia, tecnologias de informação e comunicação, nanotecnologia e pesquisa marinha.

O edital selecionará cinco redes de cooperação bilaterais de pesquisa e inovação, compostas por atores da investigação e inovação brasileiros e europeus.

Para as redes selecionadas, o projeto INCOBRA proporcionará uma série de serviços de consultoria com o objetivo de acompanhar os seus passos iniciais. Também serão apoiados a interação e facilitação da integração das redes através do fornecimento de um apoio financeiro não reembolsável de 19.500 euros por rede, que poderá ser utilizado para a organização das reuniões de trabalho e para cobrir custos de viagens dos seus representantes.

Estas redes podem incluir, por exemplo, centros de excelência, centros de competência ou clusters, entre outros tipos de redes de pesquisa e inovação, tais como: redes de pesquisa e inovação existentes formadas por organizações europeias e brasileiras operando nas áreas prioritárias identificadas, consórcios já formados de projetos entre o Brasil e a Europa que tenham interesse em continuar a trabalhar e submeter propostas de projetos para avaliação dos fundos, entre outros.

Os interessados têm até 15 de dezembro de 2017 para apresentar as suas propostas aqui.

Fonte: Portugal Global



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/01/2019
Comércio varejista cresce 2,9% de outubro para novembro, diz IBGE [Brasil]
16/01/2019
Cafeicultores brasileiros querem acordo com União Europeia [Brasil]
16/01/2019
Fosun diz que Portugal < acolhe bem > o investimento chinês [Portugal e China]
16/01/2019
Economia brasileira continua recuperação e PIB aumenta para 2,4% [Brasil]
16/01/2019
Chineses investiram 10 mil milhões de euros em Portugal em 2018 [Portugal e China]
16/01/2019
Fundo privado português de 46 milhões vai investir em 'startups' [Portugal]