home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

10/10/2017

Portugal Digital. Apenas 39% das empresas estão online

Apenas 39% das empresas portuguesas têm presença online, seja com site próprio (84%) ou páginas em redes sociais (67%), revela a edição de 2017 do estudo Economia Digital em Portugal, cujas principais conclusões serão apresentadas hoje na conferência Portugal Digital Summit. Levado a cabo pela Associação da Economia Digital (ACEPI) e o International Data Corporation (IDC), o estudo mostra, da mesma forma, que apenas 27% das empresas nacionais efetuam negócios online, com 54% das grandes empresas já dedicadas ao e-commerce, enquanto apenas 25% das pequenas empresas e 9% das micro o fazem.
 
“Continuamos a assistir a uma grande fraqueza na digitalização das empresas. Os cidadãos portugueses já apostam muito no digital, mas os empresários ainda não estão lá. E se as grandes e médias empresas já têm um nível de digitalização em média com o resto da Europa, quando chegamos às micro e pequenas empresas, que são 95% do tecido empresarial, vemos uma grande fragilidade, com apenas um terço das empresas com presença online. 
 
A verdade é que 60% das empresas não estão online. É uma fraqueza muito grande de Portugal e é um dos indicadores que mais nos preocupa”, defende Alexandre Fonseca, presidente da ACEPI, em declarações ao Dinheiro Vivo. O estudo revela que nas micro empresas apenas 32% estão online, enquanto nas grandes empresas esta percentagem chega aos 97%. Para combater este problema, serão lançadas esta semana – durante a Portugal Digital Week, que se realiza de 9 a 13 de Outubro – várias iniciativas, tais como “Norte Digital”, em parceria com a AICEP, que visa desenvolver cerca de 50 projetos piloto de PME do Norte do país, para ajudar essas empresas a ter uma presença digital para venderem os seus produtos e serviços fora de Portugal.
 
“É um apoio à internacionalização. São empresas com grande potencial mas que ainda não estão a usar o comércio online para fazer chegar os seus produtos e serviços a outros mercados”, diz o responsável da ACEPI. Amanhã será lançado também um projeto em parceria com a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal para apoiar o desenvolvimento, nos próximos dois anos, de milhares de empresas portuguesas na sua digitalização. “Hoje em dia, uma empresa que não está online é como se não existisse.
 
Não estamos a aproveitar uma oportunidade ao nosso dispor: uma empresa portuguesa pode vender para todo o mundo, pode internacionalizar-se sem grandes custos. Há mais de 1300 mil milhões de pessoas a comprar online em todo o mundo, dos quais 3 milhões são portugueses”, disse ainda o presidente da ACEPI.

Fonte: Portugal Global



NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/05/2018
Presidente da República apoia reforma "quanto antes" do Tribunal de Contas [Portugal]
23/05/2018
Desemprego pode cair na América Latina pela 1ª vez em quatro anos [Brasil]
23/05/2018
Ibovespa tem sessão de recuperação e sobe 1,13% [Brasil]
23/05/2018
Angela Merkel visita Portugal nos dias 30 e 31 deste mês [Portugal]
18/05/2018
Novo embaixador de Angola em Portugal prioriza consolidação das relações de cooperação [Portugal]
18/05/2018
Portugal XXI: o futuro de Portugal discute-se este sábado em Cascais [Portugal]