home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

10/10/2017

Portugal 2020 atingiu a “velocidade cruzeiro” de execução – Governo

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou hoje que o programa comunitário Portugal 2020 atingiu a "velocidade cruzeiro de execução nos principais pilares" e regista "bons indicadores" no apoio às empresas e autarquias.

“Já atingimos a velocidade cruzeiro de execução nos principais pilares”, realçou o governante, à margem de uma audição sobre a Estratégia Nacional para Portugal pós-2020, que decorreu hoje à tarde na Universidade de Évora. Segundo o ministro, os “bons indicadores” do atual programa comunitário são “particularmente fortes no investimento público autárquico e no investimento das empresas”.
 
O responsável pela pasta dos fundos comunitários referiu que o Governo está “a trabalhar com a normalidade possível” no atual quadro comunitário, assinalando que o programa Portugal 2020 “teve problemas de arranque importantes”. “Ao fim de dois anos do quadro comunitário aprovado, tínhamos quatro milhões de euros de execução dos apoios às empresas”, salientou, indicando que, nesta área, já foram ultrapassados “os mil milhões de euros” de apoios.
 
O ministro notou também que existiram “problemas importantes” na área dos apoios sociais do Portugal 2020, frisando que estes têm vindo a ser ultrapassados com “o esforço conjunto de entidades públicas e entidades beneficiárias”. Pedro Marques destacou o “crescimento de mais de 50 por cento de investimento autárquico”, que considerou “absolutamente impressionante”, sublinhando que os investimentos dos municípios “estão agora a ser apoiados pelo Portugal 2020”.
 
O governante salientou que contribuíram para este resultado os mil milhões de euros que foram disponibilizados para a área da reabilitação urbana e dos 450 milhões de euros para a recuperação de escolas, património cultural e centros de saúde.
 
“Todas estas verbas só passaram a estar disponíveis desde 2016”, disse, considerando que o investimento autárquico “está a crescer muito e bem”, fruto da dinâmica das câmaras na execução do Portugal 2020.

Fonte: Portugal Global



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/01/2019
Comércio varejista cresce 2,9% de outubro para novembro, diz IBGE [Brasil]
16/01/2019
Cafeicultores brasileiros querem acordo com União Europeia [Brasil]
16/01/2019
Fosun diz que Portugal < acolhe bem > o investimento chinês [Portugal e China]
16/01/2019
Economia brasileira continua recuperação e PIB aumenta para 2,4% [Brasil]
16/01/2019
Chineses investiram 10 mil milhões de euros em Portugal em 2018 [Portugal e China]
16/01/2019
Fundo privado português de 46 milhões vai investir em 'startups' [Portugal]