home > notícias

MUNDO

17/10/2017

Plataforma desenvolvida no Porto cria rotas turísticas personalizadas na região Norte

​Uma plataforma que cria rotas turísticas no Norte de Portugal tendo em conta o perfil dos utilizadores, as condições climatéricas e o esforço exigido para percorrer determinados caminhos, está a ser desenvolvida pelo Politécnico do Porto (PPorto).

Com a plataforma "TheRoute" será possível aconselhar os utilizadores sobre os dias e o horário de funcionamento dos locais a visitar, considerando os seus gostos e preferências e destacando os pontos de interesse ao longo dos percursos determinados para cada turista, explicou à Lusa o vice-presidente do PPorto Carlos Ramos, responsável pelo projeto.

Para além disso, esta plataforma irá sugerir hotéis e restaurantes, também consoante a perfil do turista e da rota que vão fazer, atendendo às condições climáticas e ao esforço que será praticado por cada utilizador.

Com a "TheRoute" pretende-se ainda apoiar grupos de turistas que englobem pessoas com perfis diferentes, tentando chegar a uma "rota de consenso que atenda às principais restrições que existem e que se adapte aos elementos do grupo", acrescentou o vice-presidente do PPorto.

A tecnologia terá uma componente ‘offline', em que o planeamento é feito antes de o turista começar a rota, e outra ‘online', que será utilizada quando este já estiver a percorrer a rota.

"Caso o turista se comece a atrasar, por exemplo, o próprio sistema vai gerar uma função que orienta novamente a rota e corta ou insere novos destinos e locais", indicou Carlos Ramos.

Neste projeto, que estará concluído no fim de 2018, estão envolvidos estudantes das oito escolas do PPorto e de institutos federais do Brasil, das áreas de informática, de marketing digital, da música, da literatura, do património, dos estudos interculturais e da saúde.

Financiado pela Fundação para Ciência e Tecnologia (FCT) e pelo Programa Operacional do Norte, este projeto decorre no GECAD, um centro de Inteligência Artificial do PPorto, e resultou de um desafio lançado pela empresa Douro Azul.

O "TheRoute" faz parte do LAPASSION - Latin-America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network, um projeto liderado pelo PPorto e financiado pelo programa do Erasmus+, em um milhão de euros, que tem como objetivo transportar boas práticas europeias para países da América Latina.

No LAPASSION pretende-se desenvolver projetos multidisciplinares, que envolvam estudantes dos vários países envolvidos e de domínios de conhecimento diferentes, nos quais estes possam "demonstrar paixão pelo projeto", referiu o vice-presidente do PPorto.

Para Carlos Ramos, iniciativas deste género ajudam os alunos a fazer a passagem do meio académico para a realidade que vão encontrar no meio empresarial.

A primeira ação formal deste projeto, que tem a duração de três anos, decorre entre hoje e sexta-feira, primeiro no Porto e depois em Salamanca e Vigo e, mais tarde, em Brasília.

Para além do PPorto, o LAPASSION envolve a Associação Empresarial de Portugal e a Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, bem como a Tampere University of Applied Sciences (Finlândia) e as universidades de Vigo e de Salamanca (Espanha).

Do Brasil, participam institutos federais do Sul Riograndense, do Triângulo Mineiro, de Goiás, do Maranhão, do Amazonas e o Conselho dos Reitores dos Institutos Federais do Brasil.

No Uruguai estão envolvidas a Universidad de La República de Uruguay e a Universidade Técnica de Uruguay e, no Chile, a Fundação do Instituto Profissional e a Universidade Católica.

Fonte: Sapo.PT



NOTÍCIAS RELACIONADAS
17/07/2018
Pelos labirintos de Fernando Pessoa
17/07/2018
Prêmio da Música Brasileira divulga lista dos indicados deste ano
17/07/2018
Isabel Minhós Martins é finalista de prémio literário norte-americano
17/07/2018
Summer Campus da Universidade do Algarve: uma experiência para a vida de dezenas de brasileiros
17/07/2018
Companhia de Dança quer Viseu como foco privilegiado de formação
17/07/2018
Algés volta a ser palco do NOS Alive nos próximos cinco anos