home > notícias

ASSOCIADOS

17/10/2017

Lisbon Green Valley recebe prêmio de sustentabilidade [Belas Clube de Campo]

O empreendimento do grupo luso-brasileiro André Jordan foi pensando para os imigrantes brasileiros e virou referência em preservação ambiental

A terceira etapa da construção do condomínio residencial turístico Belas Clube de Campo, inaugurado em 1990 em Portugal, é a mais recente aposta eco-amigável do grupo imobiliário luso-brasileiro André Jordan. Localizado numa área de 1000 hectares a 15 minutos do centro de Lisboa, o Lisbon Green Valley recebeu recentemente a certificação A+++ do LiderA, sistema português que avalia e premia projetos arquitetônicos sustentáveis, o que significa um desempenho ambiental superior a 90%, tornando-o uma das moradias mais sustentáveis no continente.

Com o cenário econômico enfraquecido, o Brasil tem perdido uma grande parcela de habitantes para sua antiga metrópole. Portugal, um destino cobiçado entre os emigrantes, é foco por sua alta qualidade de vida, idioma comum e fácil acesso à demais países da União Europeia, além do baixo custo de vida e universidades com taxas em conta, das quais algumas já aceitam o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) para acesso à graduação.

Neste contexto, o Lisbon Green Valley, anexo do condomínio de luxo Belas Clube de Campo, é pensado para moradores de diversas nacionalidades, mas principalmente para os brasileiros. Rapidamente, tornou-se uma referência em moradia para imigrantes e um dos principais empreendimentos imobiliários de Portugal. Mas também se destaca em outro aspecto: a sustentabilidade.

Assumindo a preservação ambiental como prioridade, o estabelecimento assegura a captação e posterior reaproveitamento de águas fluviais, bem como a reciclagem da água por meio de reservatórios previamente instalados. Também foram implantados coletores solares e painéis fotovoltaicos, utilizados com sistema de acumulação de energia elétrica e gestão inteligente.

Assinado pelo arquiteto Eduardo Capinha Lopes, com parceria da designer de interiores Rebecca Leon, o complexo de casas une natureza e modernidade. Sem perder de vista a preocupação com o meio-ambiente, os materiais e acabamentos foram selecionados cuidadosamente, como a utilização de madeiras certificadas e provenientes de florestas sustentáveis e equipamentos envidraçados com alto desempenho solar.

O Grupo André Jordan foi fundado na década de 50 no Rio de Janeiro pelo empresário André Jordan. O grupo internacionalizou rapidamente suas atividades, expandindo-se para Argentina, Uruguai e França. Em 1970, fixou-se em Portugal, onde projeta empreendimentos imobiliários turísticos de grande peso até hoje.

Fonte: Casa Claudia



NOTÍCIAS RELACIONADAS
19/11/2018
Economia Verde - Uma visão do Brasil 2030 - 23 de novembro
19/11/2018
IFLR 1000 [NBF|A]
19/11/2018
Entrevista Business Portugal – MIF PLPEX 2018 em Macau [Business Portugal]
18/11/2018
Vinhos do Tejo encetam parceria com a TAP e levam néctares a bordo [TAP]
18/11/2018
EDP quer duplicar clientes com serviços adicionais até 2021 [EDP]
18/11/2018
Pinheiro Neto é eleito melhor banca full service pelo Análise Advocacia 500 [Pinheiro Neto]