home > notícias

ASSOCIADOS

30/10/2017

Tap lança programa de fidelidade para PMEs [TAP]

Focado exclusivamente em pequenas e médias empresas, a Tap lançou hoje, em coquetel realizado na Câmara Portuguesa, em São Paulo, seu programa corporativo de fidelidade, o Tap Corporate. Disponível a partir de hoje, o grande diferencial será o crédito em reais e não em pontos ou milhas, como de outras companhias aéreas.

“Sabemos que o Brasil está retomando a economia aos poucos e vimos que os segmentos de pequeno e médio porte voltaram a crescer. Este é o canal que estamos apostando muito, agora com o Tap Corporate. É um programa muito simples de se cadastrar e de acumular saldo”, conta a gerente de Contas Corporativas para Brasil da Tap, Vera Buecker.

O cadastro é fácil. O gestor nomeado pela empresa acessa o site do programa, informa dados, como nome, CNPJ, e-mail corporativo e viajantes frequentes. Ele criará um login e receberá um CI (corporate id) para utilizar no momento da compra da passagem, seja via agente de viagens ou via site do Tap Corporate. O saldo é liberado a partir do momento que chegar a R$ 40 e tem validade de dois anos.

Cada família de tarifa tem sua porcentagem de acúmulo. A Discount juntará 1%, Classic e Basic 2% e Plus, Executive e Top Executive 3%. “O saldo em reais pode ser usado parcialmente em passagens aéreas, mas também nos acessos aos lounges dos aeroportos, marcação de assentos, compra de bagagem e o serviço fast track, disponível em Lisboa”, explica Vera.

É importante ressaltar que o Tap Corporate não interfere de nenhuma maneira no programa Victoria para pessoas físicas. O viajante poderá acumular milhas pessoais e juntar reais para a utilização dos créditos pela sua empresa na compra de bilhetes e outros produtos. “É um programa desenhado especialmente para o corporativo, que sabemos que possui necessidades específicas. “

Qualquer empresa pode se cadastrar (dentro do segmento de PMEs) e a meta da Tap é chegar a mil clientes em 2018. No site, a corporação poderá também colocar o perfil de suas viagens e a companhia aérea passará a fazer um monitoramento, uma gestão e identificação de oportunidades. “Também estamos aprendendo. Vamos analisar e conhecer o cliente para, quem sabe no futuro, criar outros acordos com ele”, finaliza.

Fonte: Panrotas



NOTÍCIAS RELACIONADAS
19/11/2018
Economia Verde - Uma visão do Brasil 2030 - 23 de novembro
19/11/2018
IFLR 1000 [NBF|A]
19/11/2018
Entrevista Business Portugal – MIF PLPEX 2018 em Macau [Business Portugal]
18/11/2018
Vinhos do Tejo encetam parceria com a TAP e levam néctares a bordo [TAP]
18/11/2018
EDP quer duplicar clientes com serviços adicionais até 2021 [EDP]
18/11/2018
Pinheiro Neto é eleito melhor banca full service pelo Análise Advocacia 500 [Pinheiro Neto]