home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

07/11/2017

António Costa: “Portugal é um ótimo sítio para investir”

“Portugal é um ótimo sítio para investir. A burocracia está domada e a encolher, há estabilidade política e económica e o ecossistema é próspero”, afirmou o primeiro-ministro no discurso de abertura da Venture Summit, evento paralelo à Web Summit

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu esta segunda-feira que Portugal é um ótimo país para investir uma vez que tem estabilidade política e económica, a burocracia está a encolher e o Estado apoia os investidores.

Perante uma plateia de 600 investidores internacionais, no discurso de abertura da Venture Summit, evento paralelo à Web Summit, que hoje arranca ao final da tarde em Lisboa, António Costa destacou as principais qualidades e pontos atrativos do país para potenciais investidores, numa intervenção proferida em inglês.

"Portugal é um ótimo sítio para investir. A burocracia está domada e a encolher, há estabilidade política e económica e o ecossistema é próspero", assegurou.

Segundo António Costa, outra das vantagens em Portugal é que o Estado apoia os investidores, nomeadamente através de um fundo de 200 milhões de euros, um programa de coinvestimento para empresas inovadoras que precisam de capital de risco, anunciado há um ano pelo chefe do executivo precisamente na abertura da Venture Summit 2016.

"Deixo-vos com uma mensagem final. Aquilo que dizemos no turismo é ainda mais verdade para os vossos investimentos: não podem passar ao lado de Portugal", apelou.

Fonte: Expresso Sapo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
15/05/2019
Receita da Vodafone supera os mil milhões [Portugal]
15/05/2019
Têxteis. Portugal acumula prémios de inovação na Alemanha [Portugal]
15/05/2019
Feira Internacional de Negócios impulsiona o estabelecimento de parcerias e protocolos [Portugal]
15/05/2019
Brasil já é o segundo maior exportador mundial de milho [Brasil]
15/05/2019
Alentejo tem "condições ideais" para atrair investimento na Califórnia [Portugal]
15/05/2019
Brasil ganha US$ 8,1 bilhões com guerra comercial entre China e EUA [Brasil]