home > notícias

ASSOCIADOS

11/01/2018

Antonoaldo Neves vai ser o novo presidente da TAP [TAP]

Está escolhido o próximo presidente-executivo da TAP: trata-se de Antonoaldo Neves, antigo presidente-executivo da brasileira Azul, apurou o Expresso. Antonoaldo substituirá Fernando Pinto, que abandona a gestão da empresa a 31 de janeiro, ao fim de mais de 17 anos na sua liderança.

Os membros do conselho de administração serão propostos pela Parpública e pelos privados da Atlantic Gateway até ao dia 16 – através de publicação no site da empresa – e a eleição decorre na assembleia geral a 31 de janeiro. Ao que o Expresso apurou, não haverá alterações do lado do Estado, que deverá estar de acordo com as propostas do consórcio privado – como chegou, aliás, a reconhecer Diogo Lacerda Machado, administrador não-executivo da companhia aérea, em novembro, dizendo que o Estado não se iria opor à nomeação de Antonoaldo Neves para substituir Fernando Pinto na liderança da TAP.

David Pedrosa, filho do acionista Humberto Pedrosa, manter-se-á na administração da empresa, apurou também o Expresso.

Antonoaldo Neves, 42 anos, está ligado à aviação há anos, tendo antes sido sócio da consultora McKinsey, e já integrava a comissão executiva da TAP, como "Chief Commercial Officer". Antes de integrar a administração da TAP, foi presidente-executivo da Azul Linhas Aéreas, de David Neeleman. Tem dupla nacionalidade, brasileira e portuguesa: nasceu no Brasil, sendo o seu avô de Oliveira de Azeméis.

Fonte: Expresso Sapo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
20/03/2019
IOF-câmbio: recursos mantidos no exterior (solução de consulta 246) [Chiarottino e Nicoletti Sociedade de Advogados]
20/03/2019
Dados digitais: o que é feito com nossas informações na internet quando morremos? [Opice Blum]
20/03/2019
São Paulo recebe exposição de artesanato português contemporâneo [Cunha Vaz]
20/03/2019
EDP nas Escolas vai beneficiar 1.900 alunos em São Paulo [EDP]
20/03/2019
André Jordan Group firma parceria com a Oaktree [Belas Clube]
20/03/2019
Da desconsideração da personalidade jurídica e a Reforma Trabalhista [Franco Advogados]