home > notícias

ASSOCIADOS

21/02/2018

Comic Con marcada para setembro no Passeio Marítimo de Algés [Exponor]

0A próxima Comic Con, a convenção portuguesa dedicada ao entretenimento e cultura pop, vai acontecer de 06 a 09 de setembro, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, foi esta quarta-feira anunciado.

Esta será a quinta edição da Comic Con, que este ano transita da Exponor de Matosinhos para Oeiras, antecipando-se de dezembro para setembro.

A organização da Comic Con assinou um protocolo com a autarquia de Oeiras por três edições e que envolverá, por parte do município um apoio financeiro e logístico de 330 mil euros por edição.

Na conferência de imprensa hoje em Oeiras, o diretor-geral da Comic Con, Paulo Rocha Cardoso, explicou que o evento precisava de se expandir e de ser melhorado.

O Passeio Marítimo de Algés é um terreno alcatroado, junto do rio Tejo que habitualmente acolhe em julho o festival Nos Alive, com uma capacidade - naquele contexto - para cerca de 50 mil pessoas.

Todas as áreas às quais a Comic Con se dedica, como a banda desenhada, o cinema, a televisão, o 'cosplay' ou a zona comercial, sofrerão alterações, mas o espírito da convenção mantém-se, disse o diretor-geral. 

Francisco Rocha Gonçalves, vice-presidente da autarquia, disse que será erguida "uma mini-cidade no recinto". Paulo Rocha Cardoso espera receber pelo menos 100 mil pessoas, a mesma audiência da Comic Con de 2017. Hoje foram anunciados três convidados, da área da banda desenhada: Mark Waid, Batem e Yves Sente. Os bilhetes vão variar entre os 25 euros, diário, e os 75 euros do passe geral.

Fonte: Cofina Media



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/07/2018
Como se planejar para compra de moeda [Business Portugal]
16/07/2018
Delta Cafés com gestão florestal responsável [Delta Cafés]
16/07/2018
TAP lança TAP Flight Pass com descontos para clientes frequentes [TAP]
16/07/2018
Como estender o visto de turista em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
16/07/2018
Vamos para o ajuste? [Reliance]
16/07/2018
Lei de Proteção de Dados Pessoais brasileira é aprovada pelo Senado [Cescon Barrieu]